Páginas

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

VIAJANDO POR PACOTE

      Devo a mim mesma a escrita deste post de muito tempo... Precisamente desde que cheguei da viagem aos Lagos Andinos de 06/06 à 19/06/2010. De lá para cá ocorreram tantas coisas, mudança, o próprio corre-corre diário que o tempo passou rapidinho... Decidi por escrevê-lo agora!
       Na maioria das vezes ao programarmos nossas viagens pesamos os prós e os contras de irmos de pacote ou por conta própria. Foram só duas vezes que optamos por pacote e para nossa sorte foram viagens excelentes, salvo o cansaço que causa esse tipo de viagem, mas que tiramos de letra já que nos disponibilizamos, estamos abertos a tudo para aproveitarmos bem a viagem.
        A primeira vez foi pela CVC/ Europamundo, quando viajamos pela Espanha, Itália e França. Fora o cansaço e o corre-corre com mala para cá e para lá, aproveitamos o máximo cada cantinho turístico ou não, já que sempre fazemos nosso roteirinho paralelo. Como iniciamos por Madri, nosso guia começou desde aí (cidade matriz da Europamundo), um excelente guia, diga-se de passagem, preparadíssimo e que certamente fez a diferença.
         Agora para os Lagos Andinos escolhemos novamente a cvc, e não foi diferente! Saímos de São Paulo já com nosso guia (o Bira) que foi durante toda a viagem a cabeça pensante para a solução de todos as questões práticas, nos restando apenas desfrutar os bons momentos e paisagens da viagem. Acho que tivemos sorte, não sei bem, mas fora as mudanças de transporte que fazem parte do trajeto dos Lagos (avião, ônibus e catamarã) que desgastam um pouco, fizemos uma viagem maravilhosa junto a um grupo divertidíssimo.
         Na minha pouca experiência, vejo que cada tipo de viagem tem seus prós e contras, quanto ao tipo de acomodação, por exemplo, você tem preferência por hotéis bem localizados, em pacote só ficamos em hotéis muiiito bons, mas um pouco distantes do centro das cidades. Fazer esse tipo de viagem requer disponibilidade para aceitar regras e horários, estar sempre atento ao que está incluso no pacote ou não e não aceitar todo passeio opcional oferecido pela agência, pois será nesse momento que você aproveitará para pôr em prática seu próprio roteiro e conhecer mais a cidade.
          Se um pacote assim atende as suas necessidades principalmente se você é marinheiro de primeira viagem e prefere ter o respaldo de profissionais preparados, essa é uma boa escolha. Já ao viajar por conta própria você planeja tudo o que quer conhecer, o tempo de permanência, o hotel com boa localização e bom preço, tudo de acordo com seu gosto com a vantagem de já começar a viajar na própria programação da viagem. Em ambos os casos, o que não se pode esquecer é de levar todos as informações impressas, reserva de hotéis, passagens e documentos que comprovem onde/que você adquiriu a compra da viagem, pois sem isso de repente se pode transformar um sonho em pesadelo.

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostei de sua visita, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...