Páginas

sábado, 16 de julho de 2011

CIDADES HISTÓRICAS DE MINAS GERAIS - OURO PRETO - PARTE 2

           Se o exercício de subir e descer ladeiras conhecendo a cidade foi prazeroso, visitar as igrejas e monumentos foi uma experiência muiiito gratificante. Nem todo mundo gosta de visitar museus e igrejas quando viaja, mas para mim é a melhor maneira de conhecer povos e culturas. Lá não foi diferente. Senti não ter conhecido mais, o tempo foi curto. Claro que já conheci igrejas e museus sensacionais, mas são estórias e histórias diferentes. Aqui, ou melhor, lá em Minas encontramos símbolos representativos da nossa história e em Ouro Preto está grande parte delas. São vários museus e igrejas bem preservados, com acervos surpreendentes de uma fase áurea e cheia de facetas da história do Brasil.
           Dentre os museus escolhemos visitar o dos Inconfidentes, um prédio que foi construído para servir de Casa de Câmara e Cadeia. Recentemente passou por uma séria revitalização e hoje nada deve aos bons museus pelo mundo. Moderno em suas instalações, é interativo e reúne um valioso acervo do mobiliário, da indumentária e meios de transporte do cotidiano dos séculos XVIII e XIX. Como destaques o Panteão dos Inconfidentes, obras referentes à Inconfidência como pedaços da forca de Tiradentes e obras atribuídas a Aleijadinho e Mestre Ataíde.

O Museu e o amanhecer tranquilo em Ouro Preto

           Em Ouro Preto encontramos igrejas com belas arquiteturas e acervos. Logo no centro, no Largo de Coimbra, onde funciona uma feira permanente de artesanato em pedra sabão, encontra-se a Igreja de S. Francisco de Assis. Considerada a mais bela arquitetura das igrejas, foi projeto arquitetônico de Aleijadinho. Na fachada ele homenageou S. Francisco que participou das cruzadas e assim como a portada, a tribuna do altar-mor, os altares laterais e o altar-mor, as esculturas dos púlpitos, os únicos em pedra sabão tudo foi obra de Aleijadinho. Destaca-se também a pintura do forro da nave da igreja é obra prima do Mestre Ataíde que lindamente representou no centro a Assunção de N. Senhora sendo levada ao céu pelos anjos. O interior da Igreja mostra enfim todo o esplendor do rococó.

O Largo de Coimbra, a feira de artesanato e a Igreja de S. Francisco

A nave da Igreja de S. Francisco retirada do Google

           A Igreja de N. S. do Carmo, projeto inicial de Manoel Francisco Lisboa, o pai de Aleijadinho que veio a modificar o projeto e deixar ali suas últimas obras. Logo no quebra-vento, a segunda porta da igreja que impedia o vento de apagar as velas, uma inscrição em latim diz, olhos... Eis o olho do senhor sobre aqueles que o temem. Eis o olho do senhor sobre os justos. É uma bela igreja, na sua nave pintada pelo italiano Ângelo Clerici mostra N. S. do Carmo no Monte Carmelo. Acima do arco principal o brazão da ordem do Carmo do Monte Carmelo impera. O altar de azulejos portugueses, é o único em Minas que possui esta decoração e que possuia tribunas onde ficavam as carmelitas que não podiam ser vistas.


A nave da Igreja do Carmo retirada do Google

            A Igreja Matriz de N. S. da Conceição ficava pertinho de nossa pousada, dela ouvíamos o badalar do sino anunciando as horas. É uma bela igreja. O projeto e construção foram de Manoel Francisco Lisboa, o pai de Aleijadinho e ambos estão ali enterrados. É a maior igreja da cidade com oito altares laterais e um altar-mor no estilo barroco. Ali também funciona o Museu Tiradentes.


O interior da Igreja da Conceição retirada do Google

            A mais surpreendente mesmo é a Matriz de N. S. do Pilar, uma das mais requintadas do estilo barroco, possui um acervo que inclui uma magnífica talha coberta de ouro e mais de quatrocentos anjos esculpidos. Na sua ornamentação foram empregados aproximadamente quatrocentos e cinqüenta quilos de ouro e prata. O teto em formato de uma embarcação possui o maravilhoso forro da nave constituído de quinze painéis de encaixe representando o antigo e o novo testamento e é atribuído ao português João de Carvalhais. Foi a primeira igreja feita em estilo caixotão, ou seja, internamente é toda feita em madeira, por fora em alvenaria, uma igreja dentro da outra. As imagens e alegorias suntuosamente apresentados e representados fazem dela algo teatral do mais esplendoroso momento do barroco, o joanino. No subsolo um pequeno museu de arte sacra possui um rico acervo de imagens, paramentos e ostensórios que estão divididos em oito vitrines temáticas. Em uma eça(mesa funerária) dizeres profetizam, a vida é curta, a morte é certa e o tempo voa.


Imagem interna da Matriz retirada do Google

22 comentários:

  1. Oi Vá..saudades..
    Infelizmente eu não conheço as belas cidades hisóricas de Minas.
    Seu posto me deixou com água na boca!! Parabéns!!
    Obrigada pelas visitas, mesmo eu estando ausente. Vc é uma fofa!
    Bj
    Ma

    ResponderExcluir
  2. Valéria.

    Fico encantada com a beleza dessas Igrejas. Essas pinturas no teto, tudo é muito lindo.
    As suas fotos são de ótima qualidade. Amei!
    Obrigada pelo carinho de sempre nos seus comentários.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Desse post eu gostei muito porque, apesar de não ser religioso, sou apaixonado pela arquitetura das igrejas. São certamente algumas das mais belas construções da humanidade. Essas que vc retratou e explicou são lindas demais. Thanks pela viagem.
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Oi!!

    Ma!
    Que bom que voltou! Não poderia deixar de visitá-la afinal sua casa está sempre de portas abertas.Obrigada pelo carinho! Você precisa conhecer, são lindas!

    Lucinha!
    As igrejas são mesmo sensacionais. O carinho você merece!

    Ernani!
    Estas são mesmo belíssimas!
    Também adooooro visitar igrejas, além da paz um verdadeiro colírio para os olhos. O poder da igreja era e sempre será mesmo inebriante. Sou uma das que me deixo ficar assim.rsss

    Beijos e feliz semana!

    ResponderExcluir
  5. Oi val!!!
    Que lindo passeio, eu também gosto de conhecer museus e igrejas, a nave da Igreja de S. Francisco é belíssima, vale à pena cada recanto explorado, o bom de tudo é poder conhecer por intermédio do teu blog essas cidades históricas. Eu adoro suas palavras porque sempre transmitem verdade, cultura, coerência, atualidade e realidade, eu amei isto:“também adooooro visitar igrejas, além da paz um verdadeiro colírio para os olhos. O poder da igreja era e sempre será mesmo inebriante. Sou uma das que me deixo ficar assim.” Concordo plenamente!!!
    Ótimo domingo!!!
    Beijos
    Bia :)

    ResponderExcluir
  6. Valéria, o interior dessas igrejas são de deixar sem fôlego. Pura arte! Maravilhoso! Vc está me deixando com vontade de ir conhecer Ouro Preto. Muita paz!

    ResponderExcluir
  7. Oi Valéria, tudo bem?
    Mais uma parte da sua viagem às Minas Gerais.
    Como sempre tudo muito bem explicado, detalhado.
    Você daria uma ótima guia turística.
    Parabéns.
    Bjos e boa noite.

    ResponderExcluir
  8. Esse é um lugar que eu amo!

    Ouro Preto, sempre me fascina!

    Como sempre o post e suas fotos estão fantásticas, parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Oi Valeria....fique com vontade de voltar em Ouro Preto, voce observou tudo , em....
    bjus,
    Vera

    ResponderExcluir
  10. Amo Ouro Preto, muito bom matar essa saudade aqui.
    Um beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  11. Oiiii!

    Bia!
    Obrigada pelo carinho, você é a seguidora que todos gostariam de ter.rss
    É sensacional mesmo estas igrejas, não?
    Mais um ponto em comum entre nós.rsss

    Denise!
    Vá, você não vai se arrepender!
    Já estou com vontade de voltar.rsss

    Maria Célia!
    Obrigada pelo carinho!
    É mesmo uma profissão que adoraria abraçar, adoro tudo isso.rsss
    Faço com o maior prazer, todos já riem estou sempre com lápis e papel na mão, tomo nota de tudo.rsss

    Renata!
    Ouro Preto é sensacional, linda!
    Por isso é bom e me sinto motivada escrevendo estes posts, são as palavras carinhosas de vocês, obrigada!

    Vera!
    Estou sentindo falta de seus posts!
    Pois vá conhecer, você vai ficar como eu, deslumbrada.rsss

    Denise!
    Então sabe do que estou falando, do sentimento de satisfação de ver o belo.

    Beijão garotas e feliz semana!

    ResponderExcluir
  12. Boa noite Valéria!
    Hummmm, que viagem deliciosa!
    Deu-me saudades de voltar às Minas Gerais, há tempos não vou! Mas conheço tudo isso, já fui a todas estas cidadezinhas encantadoras e já me perdi nesses detalhes que nos fala. Realmente, são belas estas igrejas, uma pura demonstração de um tempo em que para se pagar as penitências dos pecados, usavam todo o ouro que tinham.
    Teu blog tá show, adorei ver as imagens e os post!
    super beijos cariocas

    ResponderExcluir
  13. Oi Valéria,
    Conheço muito pouco de Minas, mas cada vez que vejo fotos de lá, minha vontade de conhecer aumenta.
    Adorei as fotos!
    Bjkas e uma semana maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  14. Que maravilha estas igrejas, são verdadeiras obras de arte, divinas...que belo passeio.
    Minha querida, tenha uma feliz semana...beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  15. Querida amiga
    Obrigada pelo seu apoio. Pois como eu sempre digo.
    Com a sua presença,
    Eu posso ir sempre mais além,
    mas com sua ausência,
    eu não serei ninguém.
    Tem um selinho para você no meu cantinho
    Que eu fiz com muito carinho.
    Pode ir lá pegar se desejar.
    Abraço muito Amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  16. Lindo,lindo.Que viagem massa viu?! Isso sim, você aprende, enriquece os conhecimentos.Já pensou se eu fosse pra disney?nammm rs
    beijão árabéns pelo post

    ResponderExcluir
  17. Valéria, ler seu texto é viajar junto contigo, uma perfeita descrição dos lugares.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi!!!

    Beth!
    Seja sempre bem vinda ao meu blog e obrigada sempre pelas gentilezas.
    Então você sabe o que estou vivencindo agora no pós viagem, deslumbrada ainda pelo que conheci.

    Betty!
    Não deixe de ir mergulhar nesta nossa história enquanto há disposição para tantas ruas para subir.rsss Vale muito a pena!

    Valéria!
    São mesmo verdadeiras obras de arte!

    Maria Alice!
    Obrigada pelo selinho e você merece todo o carinho!

    Yasmine!
    rsss
    Menina que é isso?!
    Eu adoro ver isso tudo em museus e igrejas, mas sou eclética, tenho vontade de ir à Disney. Em Paris tive um convite para ir na de lá e me arrependo de não ter ido deixar minha criança vivenciar toda àquela fantasia.rss

    Néia!
    Obrigadão Néia!
    Graças à vocês tenho o privilégio de viajar muitas vezes a cada viagem que faço. Afinal escrever tudo isso é viajar novamente.

    Beijão e uma bela semana!

    ResponderExcluir
  19. Lindas as fotos, Val, mas melhor que elas, só estando no local nao é?!
    É uma vergonha, nao conheco quase nada do nosso Brasil, e Minas é um lugar que ainda vou conhecer. Em Curitiba, onde eu morava, eles prezam muito a comida mineira, tem restaurantes incríveis, nao tem como nao sair 2 kilos mais gorda!! hehe

    # Val, rolei de rir com o último comentário que fez no CaFoFo sobre seu "cérebro de ervilhas", você nao imagina quanto!

    Beijos e ótima semana, querida!

    ResponderExcluir
  20. Oi Cris!
    Vergonha que nada afinal só agora foi que fui conhecer. Vou falar ainda sobre as comidinhas deliciosas.
    Obrigada pelo carinho!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  21. veni_well@hotmail.com16 de agosto de 2011 08:57

    Oi Valéria... viagem maravilhosa, registros fotográficos incríveis, imagens indeléveis na nossa memória... com seus relatos é impossível não me deixar ser transportada para um mundo de encantamento em que a felicidade pode ser constante...

    ResponderExcluir
  22. Ola!
    As Cidadea historicas sao uma oportunidade de conhecer e entender nossa história.
    Quem for conhecer Ouro Preto, não deixe de visitar as Minas de Felipe dos Santos. Ao entrarem mantenham respeito, afinal pessoas foram brutalmente violentadas para trabalharem até a morte na retirada do Ouro.

    ResponderExcluir

Gostei de sua visita, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...