Páginas

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

ANTONIO FRANCISCO LISBOA - ALEIJADINHO - 29/08/1730

           Na nossa viagem a Minas Gerais muito me impressionou a arte do Aleijadinho, por isso o meu homenageado do mês será este grande artista barroco. Muito de sua biografia são apenas suposições, fragmentos e  muitos desses fatos de sua vida ainda são indefinidos, mas a grandiosidade de sua obra é inconteste. 
           Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, nasceu em Vila Rica, hoje Ouro Preto MG, em 29 de agosto de 1730. Era filho natural de um mestre-de-obras português, Manuel Francisco Lisboa e de uma escrava africana que se chamava Isabel. Aprendeu sua arte observando o trabalho de seu pai que era entalhador. O apelido pelo qual ficou conhecido veio em decorrência de uma enfermidade (não definida) que o acometeu por volta dos quarenta anos que o fez perder os dedos dos pés e depois os das mãos fazendo-o trabalhar com a ferramenta presa ao punho.
            A grandiosidade de seu legado formado por trabalhos em madeira e pedra sabão em pias batismais, frontispícios, púlpitos, brasões, fontes, relicários, crucifixos e principalmente de estátuas e esculturas nos tornam orgulhosos do gênio que tivemos e que está eternizado no interior e nas fachadas de várias importantes igrejas das cidades mineiras dos tempos áureos do ciclo do ouro.
           Seu trabalho mais emblemático foi realizado quando ele já estava com mais de sessenta anos, na cidade de Congonhas, que foram os doze apóstolos feitos em pedra sabão na igreja Bom Jesus de Matosinhos entre 1800 e 1805 e no adro da mesma igreja as sessenta e seis figuras em cedro representando a Via Crucis e que se encontram dentro de pequenas capelas, chamados os Passos da Paixão de Cristo e foram esculpidas em madeira durante três anos e policromadas por Mestre Ataíde. Toda a obra é denominada Santuário do Bom Jesus de Matosinhos e o seu valor artístico é incalculável o que faz dela o maior conjunto barroco da América Latina. No interior da igreja, Aleijadinho também deixou mais seis relicários esculpidos por ele em madeira e dourados por Mestre Athaíde e que são considerados junto com os Passos da Paixão seus últimos trabalhos.
A Santa Ceia

Monte das Oliveiras

O anjo da Anunciação, uma obra prima de Aleijadinho

Prisão de Cristo

Flagelação e coroação de Espinhos

Subida do Calvário

A Crucificação

Profeta Isaías

Profeta Jeremias

Profeta Amós
            Por seu imenso talento Aleijadinho não foi reconhecido só como um escultor, mas também como grande entalhador, desenhista, e arquiteto de influência barroca do Brasil colonial tendo sua obra reconhecimento mundial.
             Hoje existe em Ouro preto um museu localizado na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, onde está exposto parte de seu acervo, documentos, parte de sua história e sua genialidade de forte inspiração religiosa expressada em suas obras de grandiosidade, beleza e emoção. Tendo vivido toda sua vida em Ouro Preto, Aleijadinho morreu cego em 18 de novembro de 1814, aos 84 anos.

Imagens de arquivo pessoal

35 comentários:

  1. Uma bela homenagem reconhecendo esse grande talento. Lindas suas obras!

    Uma semana linda também pra ti, beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Valéria pelo carinho e atenção.
    beijo e uma semana de paz!

    ResponderExcluir
  3. As obras dele são realmente lindas.

    beijos minha lindona, linda homenagem, uma semana cheia de carinho pra vc.

    ResponderExcluir
  4. Val querida, talento ele tinha de sobra e vc arrasou na escolha para homenagear :)
    Linda semana pra ti, bjokitas com muito carinho.

    ResponderExcluir
  5. Que maravilha...que talento divino de Aleijadinho...homenagem mais do que merecida...
    Boa semana querida...beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  6. Oi Val!!!

    Muito bom começar a semana com cultura e história!!! Belas as imagens e sua obras!!!
    Uma ótima semana!!!
    Bjus
    Bia :)

    ResponderExcluir
  7. Minha amiga, aprecio muito seu olhar sensível às artes e belezas desse nosso pais e desse mundão de Deus!

    Tens razão, o Mestre Aleijadinho foi um expoente do barroco brasileiro, e o que restou de suas obras aqui nas minhas Minas Gerais merece ser apreciado!

    Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  8. Valéria,
    Eu conheço as obras dele, realmente é demais. Obrigada por seu carinho
    Um beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  9. Muito lindo!
    Parabéns pela postagem!
    Voltarei sempre!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Valéria,grato pela visita e elogios à minha poesia na pagina da Beth.Sou mais um mineirim,rsrs e imagino sua emoção ao visitar estas obras do grande Aleijadinho. O triste é saber que algumas peças dele foram roubadas,quando não se tinha esta preservação. Na cidade de Caetés a 45 Km de Belo Horizonte tem os primeiros trabalhos dele.Parabens pela postagem e pelo blog.Um abraço de toda paz e luz e bela semana para voce.

    ResponderExcluir
  11. Oin linda!
    Vim aki visitar seu blog e também pedir ajudaa!
    Vote em mimm no concurso ...
    é soh entrar no blog http://theattitudeincluded.blogspot.com/
    e votar na enquete no blog 'CuteCupCake' !!
    Tah ? Conto com Vc!
    Seguindo aki ;)
    Amei o blog !Kiss ♥

    http://fanideisi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. São impressionantes as obras de Aleijadinho, um orgulho para a arte brasileira.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá Valéria,
    Fiquei super feliz com este seu post.
    Um capítulo muito bem formulado acerca de uma história preciosa para todos nós, brasileiros, e em particular, os mineiros, como eu.
    São obras magníficas e me sinto gratificada por estar tão perto delas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi Valéria,
    Adora a arte sacra mineira, mas já andei lendo uns estudos sobre o Aleijadinho e talvez ele nunca tenha existido. As obras podem terem sido feitas por pessoas diversas de um mesmo ateliê, o que era comum antigamente. Vc já viu este estudo?
    Beijos 1000 e uma noite maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Valéria, uma linda homenagem, e que bom apreciar o talento dele, um dom divino e abençoado.
    Beijos e boa semana pra ti!

    ResponderExcluir
  17. Oii!

    Chica!
    Pois é, um verdadeiro genio!

    Yasmine!
    O prazer é todo meu!

    Dja!
    Impressionantes mesmo, adorei conhecer pessoalmente!

    Meire!
    É verade, um talento genial e que muito me impressionou.

    Valéria!
    Pois é, na viagem fiquei maravilhada com o que vi e resolvi homenageá-lo.

    Luna!
    Um dom que superou até a doença!

    Cíntia!
    É incrível mesmo!

    Bia!
    Que bom que gostou afinal cultura nunca é demais, não é?rsss

    Renata!
    Obrigada menina, mas adoro arte de maneira geral eAleijadinho muito me impressionou.

    Denise!
    E quando vemos de perto é que percebemos o real valor, não?

    Alessandra!
    Obrigada pela visita e seja bem vinda ao meu blog. Volte sempre!

    Toninho!
    Seja bem vindo!Por aqui temos muitos mineirinhos e muito orgulhosos com o conterrâneo! Fiquei super feliz em conhecer as cidades históricas e toda a sua riqueza, era um sonho que se concretizou.

    Deisi!
    Seja bem vinda ao meu blog!

    Néia!
    Sem dúvida, é uma referência da arte sacra!

    Vera Lúcia!
    Obrigada pelo carinho! Você é que é felizarda por está tão perto deste tesouro. Adorei conhecer e se tiver oportunidede retornarei para conhecer com mais calma.

    Betty!
    Já ouvi alguma coisa a respeito, mas é tudo tão incerto em relação a isso que prefiro acreditar que foi tudo obra dele.rsss

    Isa!
    É verdade, são obras primorosas!

    Grande beijo e ótima semana!

    ResponderExcluir
  18. Oi Val!
    Me encanto com suas postagens..adorei as obras!
    Bjão e boa noite!
    Roberta

    ResponderExcluir
  19. Val.... bom dia!!

    Obrigada pela aula maravilhosa sobre Aleijadinho...tantos detalhes, imagens..adorei..
    Parabens!!

    Um dia de paz a vc...

    ResponderExcluir
  20. Oi Valéria, mais uma bela escolha. Um artista como Aleijadinho merece todo o nosso respeito e admiração.
    Parabéns pela maravilha de post.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Amiga Valéria,
    Que postagem maravilhosa,,,
    Será?prefiro acreditar que ele existiu,,,
    O que tenho a dizer é que gostei muito de sua postagem e que conheci mais um pouco este grandioso artísta escultor que mesmo ter perdido seus dedos não deixou morrer seu talendo nos deixando passagem de sua existencia com suas belíssimas obras,,,
    Beijos,,,
    amiga ,,,

    ResponderExcluir
  22. Bom dia,Valeria!!

    Que bela homenagem querida!!!Muito merecida!!
    As obras são incríveis vendo por fotos, imagino a emoção de ver ao vivo!!!
    Ver cada detalhe...
    Beijos pra ti querida!!!

    ResponderExcluir
  23. Um dia vou ver bem de pertinho essa arte espetacular.
    Sou encantada com a história do Aleijadinho.
    Esse dom espetacular que ele tinha, enche os olhos.
    Grande homenagem.
    Boa tarde querida Valéria!
    Xeros

    ResponderExcluir
  24. Valéria
    Tenho iensa vontade de conhecer Ouro Preto e a razao é uma sÓ: contemplar a obra do Mestre Aleijadinho.
    Ótimo post.
    Abraços

    ResponderExcluir
  25. Simplesmente fantástico, né? O Brasil é uma terra de artistas maravilhosos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Oi!!

    Roberta!
    Obrigada pelo carinho,são belas mesmo!

    Ma!
    Obrigada! Sou mesmo adepta dos detalhes.rss

    Sílvia!
    Pois é, seu legado merece todas as nossas homenagens!

    Maria Selma!
    Ele é mesmo um exemplo de superação e graças a sua força temos toda esta riqueza.

    Vivian!
    É verdade!
    Ver todos os detalhes nos faz avaliar sobre outra perspectiva, e muiiito positiva.

    Ana Karla!
    Obrigada pelo carinho!
    Você não vai se arrepender, é de uma riqueza de encher os olhos de prazer.

    Jorge!
    Será um grande momento! Vemos tanta história preservada quando viajamos para fora do país, mas aqui temos esta rica herança que nos orgulha ainda mais quando se conhece um pouco da vida do artista genial que ele era.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Só quem viu de perto e in loco a arte deste meste pode apreciar a grandiosidade deste pequeno.

    A arte barroca é difícil de entender, fora de contexto.

    ResponderExcluir
  28. Obras de muitíssimo valor!!!
    Parabéns pelo post!!!
    Beijinhos meus!

    ResponderExcluir
  29. Oi!!!
    André!
    É verdade, vista por fotos não se pode admirar a verdadeira arte dele.

    Sônia!
    Obrigada!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  30. Valéria
    Sabe que nunca fui para lá? Sempre que tem um feriado de 4 dias, marido e eu combinamos e depois sempre vamos para a praia, por ser mais perto. Mas sou louca pra conhecer.
    beijos

    ResponderExcluir
  31. São obras que se eternizam. Ótima a sua escolha. É um exemplo de superação e de arte.
    bjs,

    ResponderExcluir
  32. Valéria,

    Há muitos anos atrás, visitando as cidades de MG, eu conheci as obras de Aleijadinho. Eu era muito jovem e estava com meu ex-marido, noivo na época, e nem dei muita atenção para a beleza das obras.
    Pretendo voltar um dia.
    Muito legal esse post, que nos conta a história desse homem, que merece homenagens.
    Tenha um lindo dia.

    ResponderExcluir
  33. Oi!!!!

    Macá!
    Menina, você não sabe o que está perdendo!
    Em apenas um feriadão dá para conhecer muita coisa bonita e orgulho para todos nós!

    Norma!
    O mais incrível é toda esta dedicação e amor a arte superando as maiores adversidades.

    Lucinha!
    Pois é, uma rico acervo com uma riqueza de detalhes de nos deixar bobos. Adorei a viagem e o que conheci, um sonho antigo.

    Beijão!

    ResponderExcluir

Gostei de sua visita, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...