Páginas

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

O TODO E AS PARTES EM NÓS


Imagem do Google
            Se a teoria diz que o todo difere da soma das partes, estas precisam estar em sintonia para que o resultado seja maior que as das partes juntas. A começar por nós que somos um complexo conjunto de pequenas partes que se somam para funcionar harmonicamente. O poder da união destas partes funcionando dentro de nós é continuo, imenso e intenso. Algumas partes, no entanto fogem a regra vez ou outra, oscilam entre o conflito da harmonia interna e a incessante busca que travamos para sobreviver em nós mesmos e com o exterior, de reencontrar dentro de nós um espaço de aceitação do que somos, do que desejamos e isso causa o desequilíbrio das partes que compõem o todo. O interessante é que na maioria das vezes estamos sempre oscilando entre escolhas e idiossincrasias de nosso ser, isso causa um conflito!(risos). A solução é partir para entender as partes para chegarmos ao entendimento do todo. Nem sempre é fácil, mas é possível... Será arte?


TRADUZIR-SE (Ferreira Gullar)

Uma parte de mim é todo mundo

Outra parte é ninguém, fundo sem fundo

Uma parte de mim é multidão

Outra parte estranheza e solidão

Uma parte de mim pesa, pondera

Outra parte delira

Uma parte de mim almoça e janta

Outra parte se espanta

Uma parte de mim é permanente

Outra parte se sabe de repente

Uma parte de mim é só vertigem

Outra parte linguagem

Traduzir uma parte na outra parte

Que é uma questão de vida e morte

Será arte?



33 comentários:

  1. Nossa ,complicado ser uma única "coisa" se estamos sempre em mutação com nossos sentimentos em relação ao mundo.
    mas vamos vivendo..
    beijo Valéria
    bom dia

    ResponderExcluir
  2. Nem sempre é fácil mesmo, mas estamos aí e tentar sempre é preciso! beijos,chica e lindo dia!

    ResponderExcluir
  3. Bela reflexão querida..o ser humano é complexo por demais...mas vamos trabalhando tudo isso em nós, não é mesmo?
    Beijos e feliz dia amiga...
    Valéria

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, Valéria!
    Realmente, como somos complexos e vivemos em conflito às vezes quando não paramos e analisamos desse jeito. Por isso é importante que paremos para ler coisas assim e analisar nosso interior.
    Gostei de começar o dia com esta reflexão.
    beijocas cariocas

    ResponderExcluir
  5. Oi Val!!!

    Profundo isto, aliás o ser humano é mesmo muito complexo. Gosto das suas análises ainda mais que possuem o embasamento psicológico, existem comportamentos que nem FREUD explica.
    Um ótimo dia!!!
    Beijooos
    Bia :)

    ResponderExcluir
  6. Oi!!!!

    Yasmine!
    Pois é, vivendo e buscando um equilíbrio!rsss

    Chica!
    É verdade, e a cada amanhecer uma nova tentativa.

    Valéria!
    Não, a busca tem que ser constante!

    Beth!
    Obrigada pelas palavras gentis!
    As vezes fazemos tudo tão mecanicamente que precisamos ler e escrever determinadas reflexões para uma tomada de consciência.rsss

    Bia!
    Obrigadinha, você é um doce!
    É verdade, somos a própria complexidade!rss

    Beijos e um dia de paz!

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde amiga
    obrigada pelo carinho de sua visita.
    Precisamos estar em constante harmonia para que tudo de certo. Mas esta harmonia do nada pode ser quebrada, tudo porque nós seres humanos, somo muito complicados! Precisamos ver e sentir mais com o coração, para que possamos aprender a ser mais simples e a complicar menos. quem sabe assim a harmonia vença do desentendimento!
    tenha um lindo dia coberto de muita paz e amor!
    Abraço Amigo!
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  8. Oiii
    Olhe, menina, você é uma boa fotógrafa sim!!
    Vale a pena tentar não é?
    Xero!!!!

    ResponderExcluir
  9. O difícil é juntar as partes harmoniosamente.
    Bjux

    ResponderExcluir
  10. Ei Valéria!
    Um todo é muito mais que a soma das partes, é a harmonia do todo, senão ficamos fragmentados!
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  11. Oi Valéria, não é fácil juntar as partes com harmonia, mas isso é trabalho para os corajosos, os covardes não tem essa coragem :)
    Adorei o post, obrigada pela visita, cheguei e fiquei!!!!!

    bjokitas mil!!!

    ResponderExcluir
  12. Valéria, querida, nem sempre separar por partes dá certo. Hoje conhecemos a psicologia e a medicina holística, que analisa o homem como um todo. Tenho muita afinidade com essa linha de pesquisa, pois acredito q enquanto estivermos sendo vistos como conjunto de partes, será muito difícil nos entender. Muita paz!

    ResponderExcluir
  13. Oi Valéria,
    Adoro este poema de Ferreira Gullar! Que escolha maravilhosa vc fez.
    Beijos 1000 e um restinho de semana maravilhoso para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  14. Oi!

    Maria Alice!
    As atribulações da vida nos faz vulneráveis e buscar o equilíbrio é o nosso objetivo.

    Pipa!
    Brincadeira!rss
    Vou tentar!

    Wanderley!
    Difícil é pouco!rsss

    Gil!
    Esta harmonia é o resultado que importa!

    Meire!
    Seja muito bem vinda ao meu blog, sua presença vai florir mais ainda este espaço. Obrigada pelas palavras gentis!

    Denise!
    Não sei se você vai retornar para ler aqui, mas eu não falei em repartir o todo. Eu disse que como pessoas somos formados de partes e que muitas vezes entram em conflito e devemos buscar o equilibrio de tudo em nós para vivermos harmoniosamente com nós mesmos como um todo.

    Betty!
    É lindo mesmo e profundo!

    Beijos e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  15. Oi Valéria,
    Vim conhecer seu blog e já aderi a Campanha Blogueira Educada.Achei ótimo e ja pus um selinho no meu.
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  16. Oi Lylia!

    Seja muito bem vinda ao meu blog! Você foi minha seguidora nº 100 o que me deixou muito feliz!
    Obrigada pela visita e volte sempre!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi Valéria!
    Fantástico este texto!
    Como precisamos entrar em conto com o todo - as sombras e as alegrias...adorei1
    Bjão e boa noite;)
    Roberta

    ResponderExcluir
  18. Adoro este poema de Ferreira Gullar, gosto de tudo que ele escreve.
    Um beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  19. Olá Valéria!
    Passando para lhe agradecer pela visita e para dar as boas vindas :)

    Realmente nem sempre nos é possível mantermos a harmonia de todas as partes que nos compõe.. acabo por acreditar que isso seja mesmo uma arte!

    Beijoquinhas super em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  20. Bom dia,Valeria!!!

    Que bela reflexão!!E esta poesia eu AMO!!!
    Combina tão bem com a nossa dualidade!!
    **Obrigada pela visita!!
    Seja Muito Bem-Vinda!!!
    Beijos pra ti!
    tenha um lindo dia!!!

    ResponderExcluir
  21. Valéria querida,
    Sensacional este post.
    Gostei do destaque visto no poema acerca de nossa dualidade.
    Acredito que, afinal, diante de tanta complexidade, só nos resta a busca do equilíbrio.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Oi!!!!

    Roberta!
    Obrigada menina!
    É verdade,necessita antes de tudo de uma auto análise, de uma autoconhecimento.

    Denise!
    Obrigada pela visita! Também gosto muito, escreve com muita sensibilidade.

    Verinha!
    Seja muito bem vinda ao meu blog! Gostei muito de sua visita! Acho que nunca conseguimos, estamos sempre em um turbilhão de emoções.

    Vivian!
    Seja muito bem vinda você também! É um prazer recebê-la em meu blog! Obrigada pelas palavras gentis!
    Esta poesia diz mesmo muito de nós!

    Vera Lúcia!
    Que bom que gostou! Obrigada!
    Vivemos nesta constante busca, não?

    Beijão e ótimo fds para todas!

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Vim te convidar para os 5 sorteios que estão acontecendo lá no blog!
    Tem pincel Sigma,kit Mococa,Kit livro Querido John,tela réplica de Van Gogh e blusa LiliDavys!
    Passa lá!
    http://eutenhopressaemuitacoisameinteressa.blogspot.com

    Abraço

    Alessandra

    ResponderExcluir
  24. Bela blogada amiga.Grande beijo na alma!!!
    http:rumoslibertadores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Oie Valeria, adoro esse texto do Ferreira, e somos mesmo muito complexos e acho que todos buscamos o equilíbrio, o que nem sempre é uma tarefa fácil, mas também o que é? quanto mais quando se refere a nós mesmos.

    beijos querida, ótimo fds e carinho no seu coração.

    ResponderExcluir
  26. Nem sempre é fácil, mas é possível... Estamos sempre tentando acertar.Desejo um ótimo final de semana cheio de muitas coisas abençoadas e muito feliz.
    Beijos !
    Smareis

    ResponderExcluir
  27. Oi querida

    É uma arte e é uma ciência. Eu trabalho nesta linha- sistêmica- na qual o indivíduo, o casal e/ou família é pensado como parte de um todo.
    É certo que não podemos deixar de considerar as subjetividade(forma de sentir e perceber), mas a trama que se estabeleçe na relações precisa ser entendida para que o tratamento se desenvolva.
    Boa sua propostade reflexão.
    bjs

    ResponderExcluir
  28. Oi!

    Alessandra!
    Obrigada pela visita e volte sempre!
    Que blog mais festivo, quantos sorteios legais, vou passar lá!

    Zilda!
    Obrigadinha!

    Dja!
    Tudo isso é um privilégio do ser humano e ele precisa buscar e acreditar sempre.rsss

    Smareis!
    Obrigada pela visita!
    É verdade, nossa busca é constante!

    Norma!
    Abordar só a arte foi um gancho poético.rss
    Certamente a ciência tem buscado valorizar cada vez mais esta busca de equilíbrio tão procurada hoje em dia fruto do mundo mais individualista em que vivemos.

    Beijos e um lindo domingo para todas!

    ResponderExcluir
  29. Olá Valéria querida,
    Estava vindo para cá quando você chegou lá no meu recanto.
    Vim desejar-lhe um domingo com muito amor e muita
    alegria.
    Que todos os pais de sua família sejam abençoados.
    Um beijo, com muito carinho.

    ResponderExcluir
  30. Valéria,

    É uma briga feia que acontece dentro de mim. São muito conflitos, coisa difícil de entender, mas vou me moldando como posso. Rs
    Muito legal esse texto. Ás vezes, não nos atentamos para esses detalhes.
    Tenha um lindo Domingo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Val..somos seres duas... temos estas contradicoes...

    Mas o mais importante e saber que somos. Deixando o ego de lado, para o verdadeiro Eu aparecer.
    Deixar o ego de lado nao e facil. requer humildade.
    Mas a ida e cheia de misterior..mas de uma coisa tenho ceretza..estamos todos interligados por uma forca sutil e divina..
    bj..fique bem!!

    ResponderExcluir
  32. Muito boa a associação da música com o texto... e então, será arte quando uma parte insatisfeita corroe a outra, desequilibrando o bem estar de todas? Nao é fácil ser um bom artista!

    Linda semana, minha querida!

    ResponderExcluir
  33. Oi!!!

    Vera Lúcia!
    Coincidência! Obrigada pelo carinho e tenha uma ótima semana!

    Lucinha!
    Em mim também!rsss
    Acho que todos passamos por isso e vivemos em uma constante busca de equilibrio.

    Ma!
    Acho que como tudo no mundo tem duas forças que buscam equilibrio, nós não somos diferentes e precisamos de uma força superior para nos manter mesmo no desequilibrio das partes.

    Cris!
    Acho que a arte está em buscar o equilibrio do fator desestabilizante para uma futura harmonia!
    A dor desequilibra, desarmoniza todo o ser, mas não sei de onde tiramos uma força para voltar a viver harmonicamente. Ihhh, estou vivendo isso, por isso a inspiração.rsss

    Beijos e uma ótima semana!

    ResponderExcluir

Gostei de sua visita, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...