Páginas

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

CLAUDE MONET - 14/11/1890

            Entre os grandes pintores, um dos meus favoritos é sem dúvida o meu homenageado do mês, Claude Monet, entre os impressionistas ele se destaca não só por ter sido um dos precursores desta escola, mas por ter a partir de sua técnica criado um estilo, o impressionismo, forjando uma nova concepção de pintura, mudando a história da pintura, da própria arte.
             Nascido em Paris, no dia 14 de novembro de 1890, Claude Oscar Monet cedo se envolveu com o ofício de pintar e teve sua arte influenciada pelas gravuras do japonês Hokusai e a pintura de Eugène Boudin, este último grande entusiasta da prática da pintura em contato com a natureza, ao ar livre. Neles encontrou a linha de pensamento que nortearia seu trabalho, a preocupação com a luz, a sombra e a cor que produziam um efeito mais fielmente possível quando eram considerados elementos essenciais principalmente quando encontrados na natureza.
            Assim em 1874 ao expor junto com outros grandes pintores, naquela época jovens pintores como Pissarro, Sisley, Renoir, Cézanne entre outros e ter sua obra Impressão: Nascer do Sol sido severamente criticada viu surgir em tom jocoso o título Exposição de Impressionistas denominando então o movimento artístico de Impressionismo que trouxe então a liberdade da criatividade para os pintores da época.
             As características que definiram o movimento, ou seja, a ênfase na cor e na luz criando a forma e o espaço, trazendo à realidade o que estava por trás da aparência visual ele o fez com clareza e limpidez impressionantes. Ele preocupou-se cada vez mais em pintar em espaços abertos seja em seu lindo jardim planejado por ele em Giverny, seja a Catedral de Rouen, os feixes de feno, os álamos e finalmente as ninfeias ou nenúfares que reproduziu exaustivamente em horas diferentes do dia para captar as várias nuances da luminosidade, as diferentes influências que a luz poderia exercer sobre a percepção da realidade.
            Foi sempre um pintor fiel aos princípios do impressionismo como se pode observar na sua trajetória de vida muito produtiva que aconteceu mesmo depois de ter sua visão comprometida pela catarata, que depois de operada lhe fez usar óculos especiais. Mesmo em períodos férteis  nem sempre esteve feliz com o resultado de seu trabalho, de ter alcançado a perfeição. Morreu em Giverny em 6 de dezembro de 1926, lá mantinha seu deslumbrante jardim com uma profusão de flores coloridas onde construiu uma ponte em estilo japonês sobre um lago e começou a criar nenúfares que reproduziu em diferentes mudanças de luz refletidas na superfície e que depois por iniciativa dele foram selecionadas para fazerem parte dos salões ovais do Museu Orangerie em Paris, onde permanecem até hoje.

O Piquenique (Déjeuner sur l'herbe) - 1866

Etretat - 1867

O Hotel des Roches em Trouville - 1870

O Tâmisa sob Westminster - 1871

Le Déjeuner - 1872

Impressão - Nascer do Sol - 1872

Campos de Papoulas - 1873

A Gare Saint-Lazare - 1877

La Rue Montorgueil - Festival de 30/06 - 1878

Antibes - 1884

Mulher com uma Sombrinha - 1886

Álamos - 1890

Catedral de Rouen:Harmonia em azul e ouro - 1894

O Grande Canal, Veneza - 1908
                                                                       
O Jardim do Artista em Giverny - 1908
                                                                             
Estudo de Nenúfares - 1908
                                                   Imagens do Google

34 comentários:

  1. Lindo trabalho, Valeria.
    Escolha perfeita numa data bem oportuna.
    Parabéns!
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  2. Uma linda homenagem à esse grande pintor e nós ganhamos, pois fizeste um texto elucidativo, contando dele e trazendo obras bem escolhidas. Eu adoro a da gare(A Gare Saint-Lazare - 1877)...


    beijos,chica e uma linda semana!

    ResponderExcluir
  3. Valéria adorei o texto, uma aula de arte e cultura. Monet é magnífico!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Admirando as telas e cada vez mais achando que arte é isso,olhar e enxergar a pura beleza,não aquelas telas que tem desenhos e rabiscos que dão medo ,mas hoje em dia tudo é modernex!
    lindas!
    bom dia Val..beijão

    ResponderExcluir
  5. Valéria, gosto muito dele também!

    Com o advento da fotografia, houve um reboliço entre os artistas, achando-se que as telas iriam desaparecer (parece hoje o livro real e virtual...), eis que surge o movimento impressionista dando luz e movimento contrapondo a imagem estática da fotografia, uma revolução fantástica para época!

    Excelente post!

    Um bom feriado e uma excelente semana!

    Beijoooooooooooo

    ResponderExcluir
  6. Olá,Valéria!!

    Ah!Querida...adoro os impressionistas!!!!Mas tenho dois favoritos:Monet e Renoir!
    As pinturas me fascinam!
    Muito legal teus posts cheios de cultura!!!
    Adoro!!!
    Beijos pra ti!!!Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  7. Oi Val!!!

    Que bom iniciar a semana com arte e cultura. Lindas as obras de Monet, também é um dos meus preferidos, só podia ser francês né? Esses entendem da pintura como ninguém, também vivendo na cidade luz como não ter tamanha inspiração. Realmente espetacular.
    Tenha uma bela semana!!!
    Bjs
    Bia :)

    ResponderExcluir
  8. Valéria!
    Adorei o texto e as pinturas
    são merveilleux, parfait, magnifique!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá !
    Nossa, *O* !
    Amei o texto , e as imagens uma mais linda que a outra!
    Adoreei !
    Beijo !

    www.atrevidass.blogspot.com

    - Sylvia ;*

    ResponderExcluir
  10. As pinturas de Monet são lindas, hoje aprendi mais um pouquinho sobre ele com você!
    Bom feriado!
    Gdbeijo

    ResponderExcluir
  11. Monet, o "pai" do impressionismo, um gênio!

    Ir à Giverny foi um prazer dos grandes prazeres que eu pude viver até hoje, fenomenal!!!

    Muito bem minha amiga, foi bom ter vindo, assim pude aprender um pouco mais sobre esse fabuloso artista!

    Obrigada,
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Oi Valéria,
    Ótima maneira de começar a semana vendo essas imagens tão bonitas do inesquecível Monet.
    òtimo texto o seu.
    Bj e boa semana,
    Lylia

    ResponderExcluir
  13. Oi Valéria, que bom poder apreciar algumas obras de Monet aqui, a arte sempre revela uma beleza que nos suaviza a alma.
    Um bom feriado pra ti amiga!

    ResponderExcluir
  14. Valeria,uma bela e merecida homenagem a esse grande e sensivel artista!Lindas suas pinturas,realmente!Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  15. Que o amor e a amizade
    Qua nasceu entre nós, prevaleça !
    Que você jamais me abandone!
    Porque eu nunca te abandorei!
    Não se esqueça estou te seguindo
    E te amando.
    Logo se Deus quiser voltarei com minhas visitas.
    Beijos com infinita ternura .
    Uma linda semana.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  16. Como gostei de sua postagem! É tão bom ler sobre pilares da arte, principalmente quando suas obras merecem nossa reverência.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Nossa, adorei as imagens escolhidas. Obrigada por compartilhar essas belezuras. *-*
    Seguindo.

    ResponderExcluir
  18. Lindíssimas as obras postadas! Sou admiradora de Monet.
    Um post muito rico, Valéria. Parabéns!
    Beijos.,

    ResponderExcluir
  19. Valéria, sua postagem me foi muito produtiva. Preencheu um vazio existente na minha sensibilidade ao ver imagens em geral. A entrada de luz. Nunca pensei que dessem tanta vida às pinturas. Observando as pinturas de Monet que você postou conseguí reparar nessas entradas. Claro que ele foi quase perfeito, mas agora quando eu for visitar uma exposição vou prestar a atenção nas entradas de luz. Vivendo e prendendo (com os amigos mais especialistas no assunto).
    Um abração carinhoso.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  20. Linda e rica homenagem com belas ilustrações que enchem nossos olhos.É muita cortesia esta aula de Monet,adorei Valeria.
    Em tempo vi que tem um belo arquivo sobre Minas, volto deposi com tempo pra recordar e reviver Minas tão Gerais.Ah, saudade.
    Um abraço e boa semana com paz e alegrias.
    Bju.

    ResponderExcluir
  21. Gosto demais deste pintor e de sua obra. Esta sua homenagem está linda com as pinturas tão bem escolhidas como representação.
    Temos realmente, muita riqueza em pesquisas por aqui, amiga.
    Grata pelo compartilhar.
    Sua presença por aqui é inestimável...
    bjs

    ResponderExcluir
  22. Gostei bastante do texto! Sempre bom ler algo a nos acrescentar! Obrigada por tua visita tbém! Adorei! *--*

    ResponderExcluir
  23. Valéria, esse post foi uma aula pra mim, por isso te agradeço.

    Gosto de aprender.

    =)

    Um beijo, flor.

    ResponderExcluir
  24. Valéria
    Adoro Monet e amei seu texto.
    Um beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  25. Boa tarde Amiga
    Vim agradecer a sua visita ao meu cantinho, obrigada pelo seu carinho, assim que estiver mais forte voltarei para te ler e comentar.
    Tenha um lindo dia
    Com carinho
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  26. Valéria,
    uma bela homenagem em uma bela postagem.
    As obras de Monet são ricas, são encantadoras e nos fazem querer estar naquele momento pintado.
    Adoro caminhar no 'Campos de Papoulas' e sentir a brisa ao lado da 'Mulher com uma Sombrinha'.


    Abraços,
    Carol
    www.umblogsimples.com

    ResponderExcluir
  27. eu adoro o impressionismo, a suavidade, a imprecisao das formas, a realidade que se transforma em sonho…amo!

    ResponderExcluir
  28. Os olhos que choram
    Não sabem mentir
    As mãos que me tocam
    Levam à alma o sentir

    O abraço sincero
    Aplaina meu corpo frio
    Veste-me de sol ardente
    Solta meu sonho em azul rio

    Os sonhos perdidos
    As juras e promessas que fazia
    Guardei-as num cofre
    Lancei à maresia

    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  29. Também gosto muito, apesar de achar que paz e exuberância nem sempre combinaram, o que Claude Monet contradiz com sua obra. A dificuldade da visão turva nos faz refletir diante do seu defeito visual quando nos apresenta sua paleta de cores e pinceladas; O que parece borrado e descuidado aos nossos olhos preguiçosos, "impressiona" e faz viajar em admiração por estes tons melados que escorrem e impregnam o olfato trazendo sensação de conforto - resposta emocional a qualquer turbulência interna que por ventura o artista sentisse. Isso é o que sinto quando olho para as telas de Monet!
    Boa semana! Beijus,

    ResponderExcluir
  30. Valéria,
    querida, quem é você???!!! Cada vez fico mais surpreendida! Quanta coisa bela a nos presentear!
    Obrigada, bjssssssssssssss

    ResponderExcluir
  31. Oi, Valéria...

    São lindos mesmo. E o que mais me impressiona nesses artistas, pela data que viveram, a perfeição de tudo, apesar de não terem técnica nenhuma. Apenas talento.
    Eu sou completamente leiga no assunto, e o máximo que consigo dizer é que são bonitos ou não. rssss
    Agora já sei um pouco mais de Monet, graças à você!

    Beijossss

    ResponderExcluir
  32. Um gênio que só nos encanta!
    Beijocas, amiga!

    ResponderExcluir
  33. Olá Valéria, tudo bem?
    Amo Monet de paixão, já fiz post sobre ele, seus jardins, sua casa.
    Se algum dia Deus me permitir ir à França, com certeza quero ir a Giverny, visitar sua casa e seu jardim maravilhoso
    Adorei sua postagem, seu texto, suas informações, as obras que você selecionou pra nos mostrar.
    Valeu!!!
    Beijo e bom dia.

    ResponderExcluir

Gostei de sua visita, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...