Páginas

quinta-feira, 17 de maio de 2012

O VALOR DA FAMÍLIA



Imagem do Google


                 Esta é minha participação em mais uma das belas iniciativas da amiga Norma do Blog Pensando em Família com o objetivo de comemorar o Dia Internacional das Famílias criado pela ONU em 1994.
                Hoje estamos vivendo em uma sociedade em constante mudança e nada foge a esta regra, nem os valores, inclusive os da família. O corre-corre de pais e filhos cada um em suas respectivas atividades estão distanciando-os cada vez mais. Estamos todos desprotegidos. A sensação de segurança proporcionada pela família, de ser um porto seguro está por um fio. A família que oferecia desde a mais simples referência até as possibilidades mais variadas de se descobrir o mundo, hoje em muitos casos negligencia esta tarefa em detrimento de seus próprios interesses. Já não se compartilha, não se convive na cumplicidade que trás alegrias e crescimento. Simples rituais como o de comer juntos, dividir as alegrias e dificuldades diárias já não existem mais, cada um tem seu horário e come-se onde e quando se pode. Viver em família não é só compartilhar do mesmo teto é vivenciar a sensação de aconchego, de poder contar com o outro, o todos por um, afinal é neste pequeno mundo que damos os primeiros passos na arte da compreensão, da solidariedade, da fraternidade e do amor.

O Valor da família

Ter família não é só compartilhar o mesmo teto
É sim viver pautado em muito amor e carinho.
Ter nossos sentimentos e caráter lapidados
Que nos forjarão para quando for seguir nosso caminho.

Ter uma família é possuir um porto seguro
É ter a sensação de segurança e aconchego.
É permanecer juntos,
Principalmente em tempos de desassossego.

É a nossa escola para a vida
Onde aprendemos os primeiros passos na arte do amor.
Na brincadeira e na cumplicidade
Ensina-nos a ver do mundo toda a cor.

Não podemos esquecer o valor da família
Do quanto ela é essencial.
Dos personagens que dela fazem parte
Ela é nosso maior bem universal.
Valéria

27 comentários:

  1. Independente de laços sanguineos a familia é quem nos ama de verdade, quem nos acolhe.
    adorei Val...beijo!

    ResponderExcluir
  2. Linda participação e realmente ser e estar em família é muiiiiiiiiiiito mais do que morar juntos... beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Vc pontuou muito bem as diferenças nas rotinas diárias das família que vêm fazendo toda a diferença nos afetos. O valor da família encontra- se em ser este o local onde nos são dadas as raizes e asas (auto-estima) para lançarmos voo em nossa vidas.
    Lindos versos.
    Obrigada por sua participação ojetiva e ao mesmo tempo afetuosa.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Gatissima, o que seria de nós sem nossos laços de amor construídos enquanto família?
    Sem família não há a mais remota possibilidade de superar as intempéries da vida.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, querida Valéria!
    Muito bem escrito seu texto e este poema tão lindo.
    Infelizmente, ainda existem pessoas dentro da própria família que não percebem o Valor que é a mesma. Hoje, conversando com uma amiga, ela me contou horrores que seus irmãos fazem dentro do seio familiar e isso é tão triste de ver.
    um beijo grande, carioca

    (Aproveito para convidá-la a ler minha crônica engraçada de hoje.)

    ResponderExcluir
  6. Muito bom Valéria, família é tudo, pena que há muitos membros da mesma família que não reconheça essa importância.
    Meus irmãos são maravilhosos, nos damos super bem, mas na questão reconhecimento em relação a minha pessoa tenho minhas dúvidas. rs
    Xeros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É assim, Valéria. A gente tem que se acostumar a muita coisa, tudo muda mesmo, é bom que assim seja. Mas a base não pode ser mudada, ou não deve, pois é através da família que a criança dá os primeiros passos na vida. Se não for com muito zelo, carinho, amor, compreensão e presença, ficam sem rumo. Só o tempo dirá se os novos rumos são para melhor ou não.
      Beijo!

      Excluir
  7. Oi Valéria, família realmente é porto seguro a qualquer tempo, a qualquer hora.
    Apesar de ter uma família muito pequena e que mora meio longe sempre que nos encontramos ficamos felizes. Aproveitamos as oportunidades de nos curtirmos um pouco.
    Quero agradecer o meme que irei responder com certeza e pedir desculpas pelo sumiço. Meu not resolveu estragar e me deixou na mão.
    Obrigada pelo seu carinho. Você é uma pessoa muito querida. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Familia eh a celula da sociedade. Eh a raiz do sucesso profissional e sentimental de todos os individuos.
    Como eu sinto falta da minha...
    bjsss

    ResponderExcluir
  9. Verdade, Valéria, o cenário, em geral, sofre essa mudança de hábitos, talvez provocada pelas escolhas de oferecer segurança à geração de filhos e netos, e a construção profissional que implica em dedicação muitas vezes integral, comprometendo o tempo de interação familiar.
    Ainda bem que vemos preservadas, ainda, considerável parcela da sociedade que consegue conciliar tempo e qualidade na convivência...talvez isso seja mais visível em centros menores, em que a agenda, tanto dos adultos como as infantis, reservam espaço para atividades em família, em pequenos grupos e em aconchego.
    Talvez isso preserve tb os laços afetivos, apesar das dificuldades na distribuição mais equilibrada de tempo...será que aprendemos, em contrapartida, a tornar o tempo possível no mais agradável e proveitoso? Tomara que sim, né?

    Os versos parecem uma prece, muito legal...
    Abraço pra vc!

    ResponderExcluir
  10. Beleza de participação Valeria com reflexão e poesia.A familia é a inspiração, é o porto, é a base.Ainda que mesmo em meio taõ conturbado ela permanece como a referencia, o espelho, o ponto de encontro de ideias e sentimentos convergindo para a união e comunhão.
    Parabens amiga.
    Meu carinhoso abraço de paz e luz.
    Grato pela partilha.

    ResponderExcluir
  11. Que lindo, Valéria! Tive uma família bem bagunçada, mas sempre admirei a harmonia de muitas outras. É uma coisa da qual eu senti falta, mas precisei aprender a viver sem. Vivo torcendo para que as pessoas que têm uma boa família saibam dar o devido valor... ;)
    bjos

    ResponderExcluir
  12. Família é porto seguro, é pra se agarrar, se segurar em situação de naufrágio, mesmo que não te reste nada, a família estará sempre ali...acreditar nisso nos faz sempre fortes...

    Meu abraço,
    Bom dia!

    ResponderExcluir
  13. Bom dia,Valéria!!

    Linda participação,minha amiga!!!
    Infelizmente as famílias estão desestruturadas.E isso está se refletindo diretamente na escola.A família é a base,e sem uma base é muito difícil contruir qualquer coisa...
    Graças a Deus que há exceções!Mas não é a regra...
    Beijos pra ti!!Bom final de semana!!

    ResponderExcluir
  14. Bom dia Val!

    A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família.
    Léon Tolstoi

    Val, respondi ao meme, passa lá.

    Beijos lindona!

    ResponderExcluir
  15. Querida
    É tão universal que não me imagino sem ela...
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
  16. Oi Valéria, demorei mas cheguei rsss ficou ótima sua participação, realmente a família é muito importante, mesmo que seja poucos membros, a interação com eles vale muito!
    Beijos e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  17. É, amiga, seria bom se assim fosse! Onde se vê mais brigas, mais desentendimentos, menos tolerância, mais avidez, infelizmente são nas famílias. Os tempos mudaram, o consumismo desestruturou muito nossa sociedade; vivemos no sacrifício para termos o último dos 'Tops'.Mesmo que os pais se arrebentem pra pagar. Olhe o comportamento das crianças de hoje e da geração passada...

    beijos!

    ResponderExcluir
  18. Valéria, família requer estrutura em todos os sentidos e, hoje, é o que anda faltando na maioria delas, pois vemos pessoas reunidas no mesmo lar, porém, completamente distantes uns dos outros.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Valéria, adorei sua postagem. Concordo plenamente com essa situação.
    Muitos adolescentes estão "aprendendo" a viver com os "filósofos de rua". Daí a causa de tudo isso que acompanhamos com tristeza nos noticiários. O almoçar juntos permitia o diálogo mais próximo e franco na família. Até as "briguinhas" tinham uma certa importância porque a correção vinha de imediato e o aprendizado era mais sólido moralmente. Enfim...
    Grande abraço
    Manoel.

    ResponderExcluir
  20. Valéria

    Linda postagem
    Infelizmente a família está se desestruturando a cada dia que passa e o mundo vivenciando mais e mais violência.
    Como podemos reverter tudo isso?

    Um lindo domingo
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Não sei se o corre-corre distancia os membros de uma família se as bases do afeto está construída. Independente de horários os valores não podem se perder e a convivência, mesmo após todos estarem em casa no período noturno, já satisfaz a troca. Além do mais, temos durante o dia, meios de comunicação que não deixa qualquer um se sentir isolado. A culpa não é da falta de tempo, a culpa vem do não saber administrar com respeito a rotina de cada um e suas implicações. Vivi períodos longos longe da família e nem por isso os laços de afeto se desfizeram. Precisamos rever essa exigência de horas de convívio por dia, ou semana, ou meses...rs.
    Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  22. Oi, Valéria. Há pouco tempo , observando os hábitos de novas pessoas que se incorporaram à minha (grande) família eu acabei escrevendo sobre o hábito de comer à mesa, todos juntos , coisa que está ficando cada vez mais rara entre os mais novos. Cada um num horário e em lugares diferentes. Mesmo quando é dia de encontro, tem que se ficar chamando uns e outros para se ajuntarem ao grupo. Isso é um pouco da desgregação, mesmo não intencional. Mau sinal dos tempos. Excelente a sua abordagem. Grande abraço, ótima semana. paz e bem.

    ResponderExcluir
  23. Oi Valéria,
    adorei sua participação na Roda. Poucas palavras mas muito conteúdo.
    Concordo que há que acertar ritmos uns com os outros dentro do seio familiar. Harmonizar interesses individuais, transformando-os em coletivos.
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderExcluir
  24. Oi Val!!!

    A família é mesmo a base de tudo,o porto seguro, são as pessoas que verdadeiramente se pode contar quando se precisa nos momentos difíceis, uma pena que muitas pessoas tenham suas famílias desestruturadas.
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  25. Infelizmente, divide-se mais o espaço que os sentimentos. Fala-se menos. Ouve-se pouco. O ser humano precisa dessa base, por toda a vida, para ter equilíbrio.
    Excelente sua participação.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  26. first visit,
    I want to get acquainted with your blog, because I like this blog, its news is very good, professional, and helpful, everything is cool and beautiful, I love this blog, and I will follow and hold #216#
    I would be happy if you accept this introduction, and followed back to the way I do it to you
    Greetings from Indonesia
    fisheries extension
    awaited and thanks

    ResponderExcluir

Gostei de sua visita, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...