Páginas

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

AO SABOR DAS ONDAS


Imagem do Google

O barco de minh 'alma está a deriva
Sigo livre, sem pressa.
O mar dita o ritmo
A brisa sopra as ondas.
No vai-e-vem que é a vida
Entrego-me e vibro.
Longe de me conduzir
Deixo-me levar tal qual um barco de papel desliza nas águas.
Solto meu coração à sorte.
E das profundezas o que virá?
Agir ao sabor das ondas onde me levará?
Algumas vezes uma onda me sufoca.
Ao sabor da canção do vento
Vou neste flutuar ao encontro da razão.
Ouço o sussurro do mar e as calmas águas com espuma branca banham meus pés
É um doce acordar!
Sinto medo deste implacável oceano.
Esqueço o passado e traço as primeiras linhas de um novo diário.
Mesmo ao sabor das ondas não perdi a vontade de lutar
Transcenderei o medo
Viver é como estar ao sabor das ondas...

Valéria 

30 comentários:

  1. Lindo poema, querida Val!!!
    Muito inspirado.
    Bjus no seu coração.

    ResponderExcluir
  2. O mar nos devora sem mesmo a gente mergulhar, belo poema!
    beijos!!! bom dia

    ResponderExcluir
  3. Viver é estar sobre as ondas e saber defender-se das GRANDES e navegar, aproveitar as calmarias... Lindo!! beijos,chica e um dia lindo pra ti!!

    ResponderExcluir
  4. Olá, adorei a visita!!
    Boa quarta feira pra ti!!
    Bjs do Neno

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, Valéria!
    Sim, viver tem sido como estar num grande oceano, sempre navegando, atenta para não perder o rumo certo desta vida.
    tenha um lindo e luminoso dia!
    beijos cariocas


    ResponderExcluir
  6. Oii Valéria muito bom viver assim no balanço das ondas, ora bravas, ora calmas, ora límpidas ora escuras, a vida é isso mesmo um constante ir e vir de ondas! Adorei! bjooosss

    ResponderExcluir
  7. Lindo, o mar também me inspira, é uma excelente metáfora do viver.

    ResponderExcluir
  8. Ai Valeria,poesia linda demais,e me deixei levar ao sabor dessas belas ondas de seus versos!bjs,

    ResponderExcluir
  9. Lindo texto Valeria...como uma onda a vida se modifica e as vezes nos pega de surpresa! Adorei ler!
    Bjs e te desejo uma ótima quinta-feira!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Gostei muito do seu blog,quer participar do Portal Teia,é só nos fazer uma visita.
    Até mais

    ResponderExcluir
  11. É isso mesmo, Valéria: "viver é como estar ao sabor das ondas".E vamos seguindo, com confiança que tudo vai dar certo.
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  12. Val querida, vim agradecer seu carinho comigo lá no blog, e amei muitoooooooo seu espaço!
    Que poesia linda, parabéns!
    Beijossssssssss e tudo de bom pra ti
    Vero

    ResponderExcluir
  13. Oi Valéria,
    Amei o poema... tenho mania de querer controlar tudo em minha vida e às vezes me decepciono com os imprevistos. Tenho que aprender a deixar o meu barquinho a deriva.
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderExcluir
  14. Valéria,
    me senti em uma onda. E a vida de resume no último verso: "Viver é como estar ao sabor das ondas..."
    Amei!!

    Beijinhos,
    Carol
    Sorteio de uma camiseta

    ResponderExcluir
  15. É... Às vzs eh bom se deixar ficar a deriva para relaxar um pouco, mas algumas vzs eh bom controlar as velas desse barquinho.Porque se vc não sabe a direção que quer tomar, nenhum vento lhe será favorável.
    Bjus, Val. Adoro esse seu cantinho!

    ResponderExcluir
  16. Olá, querida amiga
    O medo precisa ser mesmo transpassado... eu tento sempre isso e tenho conseguido... sem medo de ser MUITO feliz estou vivendo.... não tendo medo da felicidade (como me ensinou um sacerdote)...
    Obrigada pelo carinho imenso na Série Comemorativa do meu Blog pelos 3 anos de existência...
    Deus te cubra de MUITAS bênçãos e te faça MUITO feliz!!!
    Bjs festivos de paz

    ResponderExcluir
  17. Querida Valéria,
    Diariamente visito meus seguidores e posto un comentário em cada um deles, isto quando me sobra um tempinho.Encantou-me teu poema.
    O entendimento de que somos dotados, sempre nos ensina a dirigir nosso barquinho que por vezes se apresenta em situações difíceis. E assim vamos levando a vida, este dom maravilhoso que nos foi dado gratuitamente por nosso Pai

    ResponderExcluir
  18. Poeticamente vc definiu com sutileza os caminhos da vida, ao sabor das ondas, dando-nos ás vezes, o controle do leme.Com fé e dedicação conseguimos alcançar as boas praias.
    Ondas versadas são mais queridas.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  19. Que seu barco deslize sempre nas águas da felicidade.
    linda poesia!
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  20. Que belo poema, querida Valéria!
    Neste momento gostaria de estar com o meu coração exatamente desse modo: ao sabor das ondas, do vento, deixando-me levar...
    Bjsssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  21. OI VALÉRIA!
    E TEM ALGO MAIS GOSTOSO, QUE DEIXAR-SE LEVAR AO SABOR DAS ONDAS?
    QUE DEU BARCO NAVEGUE SEMPRE EM MAR CALMO.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  22. Oi, Valéria vim aqui parabenizá-la pela linda frase da festa da Rosélia e encontro essa poesia linda demais! "Transcenderei o medo
    Viver é como estar ao sabor das ondas..." É isso: sem medo de estar ao sabor das ondas. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  23. viver ao sabor das ondas,lindo demais, também acho um pouco isto, a própria vida tem sua sabedoria,não é mesmo?
    fica com Deus, beijos

    ResponderExcluir
  24. Bom dia,Valéria!!

    Que lindo,amiga!!!!!
    Que venham boas ondas pra nós,né?!

    Beijos!Tudo de bom!!!

    ResponderExcluir
  25. Oi Valéria,
    vivemos mesmo ao sabor das ondas,não? Mesmo quando achamos que estamos no controle algo pode acontecer e aí cadê controle?
    Espero que boas ondas venham para todos nós.
    Beijos e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  26. Valéria,
    um ótimo final de semana!

    Beijinhos :**
    Carol
    Sorteio de uma camiseta

    ResponderExcluir
  27. Viver é mesmo esatar ao sabor das ondas. E das tantas intempéries. Mas sempre vale a pena, por que os dias se sucedem e tudo sempre passa. E se renova.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  28. Valéria, creio que nunca estamos ao sabor das ondas porque fazemos opções em todos os instantes. E a cada uma delas, pilotamos o barco de nossas vidas. Enfrentamos tempestades e no meio delas nos fortalecemos. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  29. Excelente blog!!Parabéns belissimo poema!!Continue assim!!
    Há..a onda do mar...

    ResponderExcluir

Gostei de sua visita, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...