Páginas

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

SONHOS DESPEDAÇADOS - PARTE I

Imagem do Google
           Sua vida foi como uma daquelas peças de muitos atos e não teve o desfecho que ela sempre sonhou!
           Desde criança Dulce foi de pouco sorrir, era melancólica até. Estudou em colégio de freiras e assim foi pautando sua vida pela rigidez dos preceitos e regras assimilados e quase como uma tatuagem, aplicados em todos os seus comportamentos.
           Possuía um corpo esguio e franzino e um rosto fino e sério que acentuava estas características circunspectas. Assim foi crescendo cercada por seus pais e irmãos, uma grande família que a fazia se isolar mais ainda por se perceber diferente. Daí por se decidir a ser freira foi um pulo, afinal ela se adequava bem àquela vida reclusa de estudos e orações.
           No início ela se adequou maravilhosamente bem e tudo transcorreu na santa paz como era de ser. A família comemorava aquela dedicação, o que era comum, uma vez que representava um orgulho para às famílias daquela pequena cidade do interior, possuir uma pessoa com a vocação para o celibato.
            Seu trabalho foi crescendo, sua devoção aumentando, mais dons foram descobertos, como a música que surgiu em sua vida, foi incorporada a sua rotina e era ensinada às crianças no colégio e na igreja. Foi um tempo de regozijo, de amor a Deus!
           Em certo momento daquela que se supunha ser uma tranquila trajetória um desconforto foi se instalando e o que era prazeroso, foi se tornando rotina e matando pouco a pouco os sonhos de Dulce. A irmã Divina, para a tristeza de todos largou o hábito.
           Novos pensamentos povoavam a mente de Dulce, que agora voltada ao ensino em escolas públicas cada vez mais estava motivada para um novo objetivo, casar. Era um desejo ardente naquela quarentona que queria um homem para chamar de seu.
           Foram muitos pretendentes que apareceram, e ela que continuava com suas idiossincrasias, pouco a pouco ia perdendo um a um.
               Continua...

22 comentários:

  1. Está interessante e promete.Quero acompanhar...Legal!!beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Continua logoooo. Doida pra saber o que vai acontecer com a Dulce.
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Seu blog é ótimo! Lindos textos!
    Beijos,
    Carol.

    ResponderExcluir
  4. Valéria,
    uma excelente forma de prender nós, leitores!! :)
    Ela casará??

    Beijinhos :**
    Carol
    www.umblogsimples.com
    Lojinha

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida
    Tive tantos sonhos despedaçados que vc nem imagina... mas continuo a sonhar... ninguém me rouba esse dom...
    Em outra ordem de coisas, vc não recebeu os inúmeros e-mail que enviei te convidando pra Série???
    Pois se ainda deseja participar, como me deixou recado no blog, me mande a sua colaboração pro meu e-mail ou no próprio comentário que eu não publico, tá???
    Em poucas palavras pra caber num selinho, passe-me a resposta á pergunta feita e seu blog já vai pra listinha... com MUITO prazer...
    Vc será a 54 da lista...
    Seja feliz e abençoada!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  6. Mesmo as coisas mais tristes e em pedaços da VIDA gosto assim, contadas com sensibilidade e delicadeza...
    Belo texto.
    Abraços e sempre grata pelo carinho em minhas páginas.

    ResponderExcluir
  7. Oi Valéria,
    você construiu um texto bastante instigante. Ótimo!
    Estou aguardando a segunda parte, com ansiedade.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. Então, como acontece muito, as certezas são postas à prova nos percursos da vida.Qual será a escolha de Dulce?
    Sigo aqui, aguardando esta resposta.
    Bjos, Valéria.
    Calu

    ResponderExcluir
  9. Valéria, certas opções não estão bem estruturadas e, cedo ou tarde, despede-se delas, sem arrependimento. O novo caminho, porém, depende de se saber o que se deseja, de fato.
    Você nos prendeu e estou curiosa para saber o que destinou a ela. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  10. Oba! Tem capítulos...

    Vou voltar!

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Valéria,

    E quantos sonhos despedaçados ficaram pra trás. Rs

    Fiquei super concentrada na história e não quero perde o próximo capítulo.

    Um lindo dia. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Valéria,
    está escrevendo um livro on-line? Que ótimo.
    Até agora está muito bom. Continue que tem futuro risonho.
    Esperemos que no fim, Dulce consiga reintegrar os pedaços do sonho dela conforme a gente fez a BCAP.
    Voltarei para ler os capitulos seguintes. Vai postar semanal?
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderExcluir
  13. Oi querida!! Acabei de conhecer o seu blog e Adorei!!
    Se puder da uma passadinha no meu pra conhecer e se gostar me segue tbm, ficarei muito feliz!!!!!
    Bjooooooooooooooe com Deus!
    http://ciganaluminosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Valeria,um conto que prende a atenção e fala muito a nós,mulheres!Curiosa para ver a segunda parte!Bjs e boa quinta!

    ResponderExcluir
  15. Obrigada pelos elogios no meu blog Valéria!
    Você é uma escritora fantástica, gosto muito do que você escreve.
    Beijinhos**

    ResponderExcluir
  16. Olá Valéria,

    Esta primeira parte acabou muito rápido. (rsrs)
    Você tem talento para contos. Consegue envolver o leitor e isto é muito importante.
    Espero que a Dulce realize seu sonho de casar-se. Não se deve ingressar na vida religiosa sem prévia certeza da vocação. Quando chega a frustração fica difícil retomar o rumo da vida, embora não impossível.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  17. Vamos ver o qu vai acontecer, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  18. Vim te conhecer e me encantei com tua bela casa, do que li gostei muito, e este conto prendeu-se e me deixou curiosa para saber a continuação, parabéns beijos Luconi

    ResponderExcluir
  19. Olá, querida Valéria
    Passo pra agradecer a sua presença fiel na Série Comemorativa do meu Blog no dia de hoje...
    DEUS te cubra de bênçãos e te faça feliz!!!
    Bjs fraternos e festivos de paz

    ResponderExcluir
  20. Vou ficar esperando continuação! Adorei...
    Beijos,
    E te desejo uma ótima sexta-feira com boas energias e bons pensamentos!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  21. Puxa...que triste,né?!Mas tem mesmo muitas pessoas assim...vão cultivando a tristeza dentro de si e pensam que a solução está fora,não dentro...
    Lindo começo!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Gostei de sua visita, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...