Páginas

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

NAS NUVENS

O ÚLTIMO ANDAR

No último andar é mais bonito:
do último andar se vê o mar.
É lá que eu quero morar.

O último andar é muito longe:
custa-se muito a chegar.
Mas é lá que eu quero morar.

Todo o céu fica a noite inteira
sobre o último andar
É lá que eu quero morar.

Quando faz lua no terraço
fica todo o luar.
É lá que eu quero morar.

Os passarinhos lá se escondem
para ninguém os maltratar:
no último andar.

De lá se avista o mundo inteiro:
tudo parece perto, no ar.
É lá que eu quero morar:
no último andar.

Cecília Meireles, (Ou isto ou aquilo)

Ao encontrar este poema de Cecília Meireles me identifiquei imediatamente com ele. Como ele ilustrava bem o que eu sinto! Afinal desde que fui morar em apartamento cultivo um desejo: morar no último andar. Há um mês estou morando no último andar, o 25° andar... E confesso é muito mais bonito olhar a vida aqui de cima. A cidade se descortina, se mostra inteira até o perder de vista. De minha cidade, hoje vejo o mar, o rio, suas dunas e como não poderia deixar de ser, a sua verticalização, cada vez mais acelerada. Como diz Cecília, tudo parece perto... Até a lua!

Um comentário:

  1. É tão bom morar nas nuvens...vê a cidade lá do alto, mas o melhor msm é não ter ninguém pisando encima da sua cabeça fazendo barulho.=)

    ResponderExcluir

Gostei de sua visita, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...