Páginas

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

SEM VOCÊ

 

Imagem do Google

 
 
Se fez silêncio entre nós
 
E...Você se foi.
Morri um pouco, dor atroz.
Sinto um vazio...
Há uma cor de pôr do sol no estio.
Há um cheiro de chuva
É meu coração que chora
Pelo que sobrou de nós;
Olhares que não se encontram
Perguntas sem respostas, um algoz.
Só restou o silêncio
Volto no tempo... Não vou me enganar
Voo no tempo
E antevejo a saudade que você vai deixar.

Valéria

16 comentários:

  1. Melancólicos, lindos e sempre bem inspirados teus versos,Valéria!!Muito legal!! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Me diverti muito nas férias mesmo!!!
    Adorei a visita!!!
    Bjs do Neno

    ResponderExcluir
  3. Bom dia,Valéria!!

    Lindos versos,minha amiga,embora profundamente tristes!
    Beijos!!!!Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  4. Oii Valéria, triste já saber que vamos sofrer de saudades de alguém que se foi! Bonito apesar de triste! Bjooosssss

    ResponderExcluir
  5. Valéria querida,
    Esses fins de amor são tenebrosos!
    Como nos maltratam, como dóem, como nos parecem dizer que nada mais tem graça!
    Mas se tivermos a chance de ver o tempo passar, poderemos agradecer o que vivemos de bom e o que aprendemos com a partida, né não?
    Bjssssssssssssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  6. Valéria,
    a dor, a melancolia e a tristeza também tem a sua beleza na forma da poesia.

    Abraços,
    Carol
    Um blog simples
    Lojinha

    ResponderExcluir
  7. Oi Valéria,
    O poema é lindo, mas cada dia seus poemas ficam mais tristes!!!
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderExcluir
  8. Lindo e emocionante poema! Você sabe descrever os sentimentos de maneira muito bela. Sou sua fã! :D

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá, queria Valéria
    Se há saudade é porque existiu amor... (Rubem Alves)
    Lindo poema e sentido pelo afeto do coração!!!
    Obrigada por participar, ativamente, da Série Comemorativa do meu Blog pelos seus 3 anos...
    Deus te cubra de bênçãos e te faça feliz!!!
    Bjs festivos de paz

    ResponderExcluir
  10. O que antevemos pode nos trazer sorrisos ou lágrimas, mas não há como evitá-lo.
    Tua poesia abrevia o peso da saudade atroz.
    Bjos, Valéria,
    Calu

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Valzinha!

    Saudade sentida faz doer a alma, mas quando vira poema assim como o seu fica tão lindo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Com saudades venho desejar um feliz Domingo,
    tambem convidar você a partcipar do sorteio
    de 2 livros meus .
    Na lateral esquerda tem 2 selinhos
    leve para seu blog .
    Clik na imagem faz sua inscrição
    dizendo já estou com o selinho no meu blog.
    Quero participar do sorteio.
    Lembre-se são 2 dois de Portugal
    sendo que:um dos blogs colocou selo nos dois blogs
    para sua participação.
    Da 10 /09:012 é meu aniversário é um presente
    e uma união entre amigos.
    Além de contar com sua participação
    será um presente de vcs para mim também.
    São 2 livros um em cada blog vc pode participar
    colocando os dois selos.
    Beijos carinhos,Evanir..

    ResponderExcluir
  13. Triste, mas lindo. Mas assim é o amar: quando se vai, faz um estrago daqueles! Aí...só o tempo! E tudo recomeça...

    beijão e meu carinho!
    Tais

    ResponderExcluir
  14. Poema de saudade.
    Mas lindo, Valéria.

    Feliz dia dos pais.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. A saudade chega antes da partida. Só a perspectiva da ausência já tem a capacidade de deixá-la em nossos corações. Bjs.

    ResponderExcluir

Gostei de sua visita, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...