Pular para o conteúdo principal

IDENTIDADE

          
          Hoje é o dia do nascimento de Fernando Pessoa, que em 13 de junho de 1888 nascia em Lisboa, mas não vou fazer um post sobre ele para não me tornar repetitiva, pois já o fiz há um tempo atrás. Quero apenas prestar minha homenagem a este que foi um dos maiores poetas de todos os tempos. Como um ser inquieto criou vários heterônimos e neste verso traduz seus questionamentos pelas personalidades que vivenciou em uma espécie de mundo imaginário.

IDENTIDADE

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem achei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem,
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: «Fui eu?»
Deus sabe, porque o escreveu.

Novas Poesias Inéditas, Fernando Pessoa, Lisboa: Ática, 1973



Comentários

  1. Oi Val!!!

    Adoro Fernando Pessoa junto com Drummond são meus poetas favoritos!!!

    Como diz Fernando pessoa:

    "Ler é sonhar pela mão de outrem. Ler mal e por alto é libertarmo-nos da mão que nos conduz. A superficialidade na erudição é o melhor modo de ler bem e ser profundo."

    Ótima semana!!!
    Beijos
    Bia :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Bia!
    Temos mais isso em comum!
    Também me apaixonei pelos dois!rsrs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá Valeria
    Ele é merecedor de todas as homenagens, pois nos deixou um incrível legado poético.
    Bjux

    ResponderExcluir
  4. Amei esse trecho:"De tanto ser, só tenho alma.
    Quem tem alma não tem calma".
    A mais pura verdade!
    Beijos
    www.75dias75looks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Valéria,
    Que poema lindo! Eu adoro Fernando Pessoa.
    Bjkas e uma semana maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  6. Ele se triplicava e cada um nos surpreende cada dia mais
    bela lembrança
    beijo Valéria beijo,beijo

    ResponderExcluir
  7. Viva Fernando Pessoa! Aprendi a gostar muito mais dele depois que entrei no mundo da blogosfera.
    Boa semana para você querida!
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi!!!!!

    Wanderley!
    Por isso minha singela homenagem, ele é um grande poeta e escritor.

    Roberta!
    É verdade! E hoje em dia cada vez mais.rsrs

    Betty!
    Também achei lindo, é um tanto seus questionamentos.

    Yasmine!
    Nooossa, como surpreende, cada um deles é como se tivesse vida própria e uma riqueza de sentimentos.

    Gil!
    Eu também, menina! Fui pesquisando e me envolvendo com o que encontrava e fui me apaixonando.

    Para todos uma linda semana!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Ei Valéria,
    É o segundo blog que visito hoje que faz homenagem a esse grande poeta.
    Amei a sua escolha.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. O Pessoa é uma delícia, e o teu blog, Val, também! Você é uma pessoa muito linda, viu?! Fico muito feliz por tê-la por perto. Amei a postagem.

    Beeeijos,
    Débora.

    P.S.: Convido você a visitar esse blog, é de uma guria, bastante talentosa, diga-se de passagem, está começando no mundo literário e claro, é sempre bom que tenha o nosso apoio, a nossa solidariedade na blogosfera. http://comoeusouaqui.blogspot.com/

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  11. Valéria!!!!
    Magnífico este poema do Fernando Pessoa..adorei;)
    Bjão e boa noite!
    Roberta

    ResponderExcluir
  12. Oi!!!

    Vera Lúcia!
    É porque ele o poeta e tanto! Somos do fã clube.rsrs

    Débora!
    Ai obrigada, menina, você é um doce de pessoa!
    Já visitei a Ana e gostei muito!

    Roberta!
    É mesmo lindo!
    Que bom que você gostou!

    Beijos e uma linda semana!

    ResponderExcluir
  13. Va..Vim conferir sua postagem sobre o Fe. ( ja sou intima dele ).
    Vc escolheu uma linda poesia para himenagea-lo.
    Parabéns pela escolha.
    Um beijo..
    Ma Ferreira

    ResponderExcluir
  14. Oi Ma!
    rsrs Na blogosfera somos todos íntimos.rsrs
    Achei que esta compreende todo o conjunto de seus heteronimos.
    Obrigada!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi Valéria

    Fernando Pessoa soube transformar-se em vários sendo apenas um, sem misturar ideias e pensamentos. Um Poeta Maior.

    Bjs no coração!

    Nilce

    PS: Desculpe-me se ainda não estou pronta para voltar. Mas, estarei sempre por aqui. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Val..Tem um presentinho lá no no mdfbf.blogspot.com para você!!!

    O Prêmio Sunshine Award segue algumas regrinhas:

    1ª - Agradecer a quem lhe enviou
    2ª - Escrever um post sobre ele
    3ª - Entregar o sêlo a 12 blogs (parte mais difícil.. ter que escolher apenas 12)
    4ª - Mencionar no post os blogs selecionados
    5ª - Avisá-los sobre o recebimento do mesmo

    Beijo no seu coração!
    Ma

    ResponderExcluir
  17. Oi!!

    Nilce!
    Fico feliz com sua visita!
    Estava vendo você passar caladinha. Compreendo você! Fique em paz!
    Fernando Pessoa é mesmo o máximo!

    Ma!
    Obrigadão!
    Já agradeci lá nos seu blog, amanhã postarei!

    Beijos e um dia maravilhoso!

    ResponderExcluir
  18. E quem nunca se sentiu ser tantas outras pessoas?

    ResponderExcluir
  19. Oi Valéria, ler Fernando Pessoa é fácil, leve e emocionante. Sempre me faz bem. Adorei a poesia por você escolhida.
    Beijos e até mais.

    ResponderExcluir
  20. Oi!!

    Mariana!
    Ele conseguiu dar vida a todas elas, um gênio!

    Sílvia!
    É maravilhoso mesmo. Achei a poesia bem a história dele!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Opa! Iniciar uma amizade velada por Fernando Pessoa é coisa de quem pode, né nao??

    Tambem adorei aqui.

    Beijao

    ResponderExcluir
  22. Oi Margot!
    Pois é, vi que temos algumas coisas em comum, Fernando Pessoa e Saramago, por exemplo.
    Que bom iniciar assim!

    Beijo e um lindo dia!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gostei de sua visita, volte sempre!

Postagens mais visitadas

COMO EU ME VEJO, COMO VOCÊ ME VÊ, COMO EU PENSO QUE VOCÊ ME VÊ... E COMO EU REALMENTE SOU!

Abrindo um parêntese no blog onde a proposta é só escrever sobre coisas boas e belas, do que realmente eu gosto, hoje venho fazer considerações não tão simpáticas, é, não só de coisas boas é formada a vida... Então...           Assim diz Clarice Lispector, sou como você me vê... Será? Tem alguns dias que ficamos perplexos em descobrir uma faceta até então desconhecida para todos de uma pessoa conhecida. De inicio ficamos perplexos, passado o susto inicial passamos a tentar decodificar sinais indicadores de tão triste passagem. Muitas vezes falamos com tanta propriedade sobre nós mesmos que demonstramos para os outros e para nós memos que conhecemos tudo o que somos, e de repente, bum! algo acontece, e como num surto aquilo que estava latente surge para quebrar a máscara, o disfarce. E fica a pergunta, mas como nunca percebemos isso?!          Para Carl Rogers, somos o que somos, e não aquilo que devemos ser...Será? É muito importante a percepção que temos de nós mesmos, a percepção…

UM NOVO ANO

Imagem do Google  Folheio o livro Com cheiro de novo E com páginas em branco Onde escreverei com letras douradas E forjarei cada presente de meu futuro. Nele um novo recomeço Um tempo de renovação. De reinventar-se De transformar sonhos em realidade. É um novo ano que se inicia E por um breve momento Todos os corações em sintonia Darão boas vindas a ele. Um novo tempo que nos traz esperança em dias melhores. Por isso acreditemos nas novas possibilidades... E sejamos felizes! Valéria Um ano novo abençoado para todos nós!

MAIS UMA VEZ AVÓ!

Quase um mês! Eu parei no tempo, mas ele continuou a passar fazendo acontecer muitas coisas boas e outras nem tanto. Estou atrasada com minhas leituras dos blogs amigos, a quem peço desculpas, mas aos poucos retomarei a vidinha na blogosfera.             Para me fazer sair um pouco do marasmo em que estava vi parte de mim renascer com o nascimento de meu terceiro neto dia 18/10. Vinícius nasceu para junto com sua irmãzinha completar a família do meu primogênito. É sempre uma dádiva ver acontecer o milagre da vida e é impossível não se emocionar quando se olha para aquele ser tão pequenino, tão frágil e tão lindo. Toda a felicidade do mundo para Vinícius!