Pular para o conteúdo principal

MUNDO MODERNO

Imagem do Google

Que louco o mundo onde vivemos.
A que chamamos de moderno.
Que paradoxal para o que vemos,
Fome, guerras, conflitos raciais, e com isso convivemos.

A ciência realiza milagres.
A tecnologia encurta distancias.
Que paradoxal para o que obtivemos,
Pois podem por fim ao que cremos.

Se você quer deste mundo viver o seu melhor,
E feliz busca apenas seus próprios interesses.
Vive seu conforto em detrimento do outro,
Faça bom uso de todas essas benesses.

Mas se você quer muito mais...
Que caráter nada tenha a ver com cor, que haja trabalho,
Que os fortes não dominem os mais fracos, que se destitua o egoísmo.
O mundo está em suas mãos para viver uma total humanização!

                     
                    Valéria

Comentários

  1. Oi Valéria,
    Adorei o poema, embora acho que o mundo de hj é muito melhor do que o de ontem e será pior que o de amanhã, pois acho que ainda vamos melhorar muito.
    Beijos 1000 e um restinho de semana maravilhoso para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  2. Como mãe, avó, professora, não posso me desfazer da esperança. Tenho que acreditar com a alma, furiosamente, para passar a filhos, netos e alunos, a crença em dias melhores. Mas o olhar para o passado, comparando-o com o presente, não me dá certeza de evolução moral, espiritual, emocional ou psicológica.
    Se hoje temos nas mãos tantos mecanismos que nos possibilitam melhor qualidade de vida, se assitimos e nos informamos sobre tantos erros cometidos, por que continuamos tão bárbaros? Tão egoístas? Tão sem piedade?
    Vivo com meus lobos uivando contraditoriamente, Valéria, por isso, na maioria das vezes, prefiro fazer-me de surda: aos dois!
    Bjsssssssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente minha amiga, eu acho que a modernidade caminha em sentido inverso das evoluções da ética, da moral, do que é certo, do que é digno. Parece que quanto mais tecnologia, quanto mais facilidade, maior a brutalidade, a falta de amor, e o isolamento. Triste, mas verdadeira conclusão.

    Abraço grande,
    Renata

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo e bem escrito e pensado.Tomara façamos nossa parte cada um!beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Bacana, Valéria.

    Cabe a cada um sua parcela na construção de um mundo melhor, mais fraterno e solidário. Instrumentos para isso todos temos.
    É só uma questão de escolha e boa vontade.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. oi Valéria, seus textos são sempre pertinentes.
    Concordo com tudo que você escreveu acima e acho muito triste o que vivemos e/ou vivenciamos no dia a dia. Sempre torço para que as coisas melhorem mas, está ficando difícil. Mas insisto pois sou uma otimista nata.
    Beijos.

    Estava meio sumida pois a casa estava com visitas durante o feriado e teve muitos passeios, comida, louça para lavar e um cansaço básico para não dizer o contrário.
    Obrigada pelo seu carinho.
    Mais beijos.

    ResponderExcluir
  7. Pois é Valeria,vivemos num processo continuo de modernização no que tange aos conforto,mas nota-se um terrivel atraso no desenvolvimento das relações humanas,e assim convivemos com todas esta maluquices atuais,com atos que jamais imaginariamos.participar de um processo continuo para um mundo melhor,mais justo de menos diferença, e mais tolerancia.
    Cabe sim cada um
    Otima reflexão Valeria.
    Meu abraço de paz e luz.

    ResponderExcluir
  8. Hoje tudo parece normal e natural, ninguém sofre por nada...Eu não quero essa modernidade, eu não toque de celular eu quero um toque no meu ombro, um abraço...eu quero poder abraçar alguém que está passando por algo feliz ou triste.
    Eu não quero ser egoísta...eu quero poder sentir...
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  9. Oi Valéria
    Lindo poema. Penso que em todas as épocas sempre houve os mais fracos sendo dominados pelos fortes e poderosos.
    O que é urgente pra humanidade é que haja mais amor, mais tolerância entre as pessoas e respeito às individualidades.
    Bjo

    ResponderExcluir
  10. Oi Valéria, azia um tempinho que não vinha aqui.
    Problemas do mundo moderno rsrsrsrsrsrsrs
    Eu também acho que o mundo sempre é melhor do que ontem, mas acontece que as pessoas estão ficando muito individualistas, cada um pensando só em si e pouco no outro, ou nas coisas que dizem respeito a todos. Será que isso é ser moderno?
    um beijo

    ResponderExcluir
  11. Bom dia,Valéria!!

    Que lindo amiga!!!!Eu quero mais!Tenho andado surpreendida pela falta de humanidade,de companheirismo, de solidariedade...mas não quero perder as esperanças.
    É preciso que todos façam sua parte...Vou conservar a chama da fé.Um dia nossa realidade será muito melhor.Com TODOS trabalhando em prol de TODOS.
    Beijos minha linda!!!!!Obrigada!

    ResponderExcluir
  12. O mal da humanidade, de um modo geral, é a busca desenfreada de prazeres e bens materiais apenas...
    Tudo é louvável, mas a vida espiritual não pode ser deixada de lado...

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Valéria, lindo dom esse seu! Concordo plenamente em dizer que mundo louco é esse que vivemos, uma busca desenfreada da felicidade. Quem preenche o espírito vive melhor e mais cônscio.
    Linda, obrigada pela sua presença sempre! Beijão!

    ResponderExcluir
  14. Valeria,eu ainda quero acreditar que o homem está mudando seus valores!Muito linda sua poesia!bjs e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  15. Belo seu poema Valéria...façamos o nosso melhor e contribuamos para um mundo melhor para todos...beijinhos e ótimo final de semana, amiga,
    Valéria

    ResponderExcluir
  16. Poetando a modernidade que nos assusta com tanta velocidade tecnológica e defasagem nas relações humanas. Acreditemos que estejamos apenas em fase de transição e o que o humano tome assento na primeira fila.
    bjs.

    ResponderExcluir
  17. Valéria,

    Fiquei super feliz ao ver seu comentário lá no blog.
    Como você deve ter lido lá e percebido, estou um pouco ausente por falta de tempo, mas não esqueço de amigos como você.

    O que mais me assusta na modernidade, é a perca dos valores humanos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Belíssima reflexão. Gosto, ainda mais, por ser colocada assim... não como certo e errado, mas como o que é de verdade: uma opção. Cada um que busque o melhor caminho. Well done!
    bjos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  19. Val..penso que o mundo esta sem energia...
    Cabe a cada um de nos fazer como vc esta fazendo, enviando mensagens positivas e para reflexão.
    Uma semente sempre ha de germinar..

    Um beijo....fique com Deus!

    ResponderExcluir
  20. Oi Valéria
    Muito obrigada pelo seu carinho deixado no bloguinho.
    Um beijo e bom dia.

    ResponderExcluir
  21. Esta em nossas mão o melhor ,a mudança e no coração o querer de Deus!Lindo texto !Deixo aqui meu carinho.

    ResponderExcluir
  22. Só boa vontade não ajuda! É preciso colocar a mão na massa!!
    Bom fim de semana!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  23. Faço minhas as palavras da Luma... Por menor que seja o ato, vale a pena fazer! :)

    Um beijo Valéria, bom domingo!

    ResponderExcluir
  24. Que belo poema! Qt leveza, quanta graça e é assunto sério este!

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gostei de sua visita, volte sempre!

Postagens mais visitadas

COMO EU ME VEJO, COMO VOCÊ ME VÊ, COMO EU PENSO QUE VOCÊ ME VÊ... E COMO EU REALMENTE SOU!

Abrindo um parêntese no blog onde a proposta é só escrever sobre coisas boas e belas, do que realmente eu gosto, hoje venho fazer considerações não tão simpáticas, é, não só de coisas boas é formada a vida... Então...           Assim diz Clarice Lispector, sou como você me vê... Será? Tem alguns dias que ficamos perplexos em descobrir uma faceta até então desconhecida para todos de uma pessoa conhecida. De inicio ficamos perplexos, passado o susto inicial passamos a tentar decodificar sinais indicadores de tão triste passagem. Muitas vezes falamos com tanta propriedade sobre nós mesmos que demonstramos para os outros e para nós memos que conhecemos tudo o que somos, e de repente, bum! algo acontece, e como num surto aquilo que estava latente surge para quebrar a máscara, o disfarce. E fica a pergunta, mas como nunca percebemos isso?!          Para Carl Rogers, somos o que somos, e não aquilo que devemos ser...Será? É muito importante a percepção que temos de nós mesmos, a percepção…

UM NOVO ANO

Imagem do Google  Folheio o livro Com cheiro de novo E com páginas em branco Onde escreverei com letras douradas E forjarei cada presente de meu futuro. Nele um novo recomeço Um tempo de renovação. De reinventar-se De transformar sonhos em realidade. É um novo ano que se inicia E por um breve momento Todos os corações em sintonia Darão boas vindas a ele. Um novo tempo que nos traz esperança em dias melhores. Por isso acreditemos nas novas possibilidades... E sejamos felizes! Valéria Um ano novo abençoado para todos nós!

MAIS UMA VEZ AVÓ!

Quase um mês! Eu parei no tempo, mas ele continuou a passar fazendo acontecer muitas coisas boas e outras nem tanto. Estou atrasada com minhas leituras dos blogs amigos, a quem peço desculpas, mas aos poucos retomarei a vidinha na blogosfera.             Para me fazer sair um pouco do marasmo em que estava vi parte de mim renascer com o nascimento de meu terceiro neto dia 18/10. Vinícius nasceu para junto com sua irmãzinha completar a família do meu primogênito. É sempre uma dádiva ver acontecer o milagre da vida e é impossível não se emocionar quando se olha para aquele ser tão pequenino, tão frágil e tão lindo. Toda a felicidade do mundo para Vinícius!