Pular para o conteúdo principal

DOCE INSENSATEZ


Imagem do Google

Insensatez...
É do que viveu você pobre coração
Que sonhou com um amor
De contos de fadas
Da magia dos príncipes e donzelas
De duendes e varinhas de condão
Fantasias povoando o imaginário de criança
Que fechava os olhos e alimentava a emoção
Mas, quem nunca amou assim?
Não posso fugir dos meus sentimentos
E caio em mim
Ouço meu coração
E em meio a suspiros
E a um coração a bater acelerado
Insistentemente chamo
Por você
Que sempre será meu príncipe encantado.

Valéria


             Uma ótima semana! E que o amor empreste sua cor e sua alegria a todos neste dia dos namorados.

Comentários

  1. Linda poesia de amor que deve estar presente SEMPRE em nossas vidas!! beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  2. É o único ato insensato que me disponho, o de amar sem medidas!

    Adorei o mix de fantasia, mas real.

    Um beijo,

    ResponderExcluir
  3. Que fofura sua poema Valéria!!!
    Sem dúvida, todos nós já nos sentimos assim e quão doce é essa insensatez...
    Boa semana amiga, beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  4. Val querida, estou adorando tuas poesias, tem algo especial, de magia...e como é bom sonhar, na insensatez, devaneando...
    Beijos e uma linda semana!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia,Valéria!!!!

    Que linda sua poesia!!!!!Pra mim esta insensatez é pura sensatez!rsrsrs
    Beijos minha amiga tão querida!!!Ótima semana!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Valéria,
    Que bela a sua poesia!
    Que falta faz um pouco de insensatez. Doce insensatez!
    Beijos e uma ótima semana cheia de amor.

    ResponderExcluir
  7. Oi Valéria,
    O poema é lindo! Deveria ter publicado no dia 12, pois é digno do Dia dos Namorados.
    Beijos 1000 e uma semana maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  8. Passando para agradecer o carinho e a amizade deixada em minhas páginas e dizer que, às vezes, é preciso cultivar um pouquinho de insensatez...
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. È uma doce ilusão da qual ninguém escapa. Sensível e bela inspiração.
    bjs,

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Adorei seu blog,parabéns.
    Até mais

    ResponderExcluir
  11. Que bonito , para você também, muito amor.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Valéria!
    Que lindo poema, já está antecipando as palavras de amor ao seu príncipe, né?
    um lindo dia dos namorados pra vocês e muitos beijinhos cariocas

    ResponderExcluir
  13. Nesse mês dedicado aos namorados, impossível não falar de amor, esse sentimento inexplicável que é responsável por nossas alegrias, nossas inseguranças, nossa saudade..., mas que vale a pena sentir. Lindos versos! E aproveite bastante esse 12 de junho! Grande beijo!

    ResponderExcluir
  14. Olá Valéria, muito amor p vc tbém, quem já não sonhou com o príncipe encantado que atire a primeira pedra! Bjoooooss

    ResponderExcluir
  15. Bom, querida Valéria,
    Vamos combinar que príncipe é príncipe e encantado então nem se fala, né não? Como bem disse a Kellen aí em cima "quem já não sonhou com o príncipe encantado que atire a primeira pedra!", certa essa menina, hem?
    Feliz Dia dos Namorados procê tb!
    Bjssssssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  16. Oi Val!!!

    Uma poesia doce e delicada, tudo à ver com o dia dos namorados, é sempre bom espalhar o amor e entrar nesta frequência positiva que só faz bem a vida!!!
    Uma feliz semana pra você!!!
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  17. Eita que o dono do seu coração é um sortudo, heim????

    Com uma poetisa apaixonada.... ai, ai, ai...

    Beijos, querida e ótimo dia dos namorados pra vc e marido.

    ResponderExcluir
  18. Perguntastes bem: Quem nunca viveu um amor assim?
    E que delícia viver na ilusão!

    Beijos amiga!

    ResponderExcluir
  19. Todos precisamos dessa doce insensatez!

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Valeria,muito linda essa poesia!Amor nunca tem sensatez,adorei!bjs e muito amor pra vc!

    ResponderExcluir
  21. Que liiiindo, Valéria!!! Isso eh q eh amor!!!
    Bjus, flor!

    ResponderExcluir
  22. E viva o amor!Como estava no programa de hoje do Bem Estar, Amar faz bem à Saúde.

    ResponderExcluir
  23. Olá Valéria!
    Acabei de chegar e fui te lendo, te lendo e quando me dei conta já estava encantada por tua escrita, teu poetar e olhe, vou voltar e mostrar teus escritos ao meu querido marido...felicidades e parabéns pelo blog tão lindo.
    Um abraço e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  24. Uma noite especial para você!!!!!! Bjs.

    ResponderExcluir
  25. Inspiradíssima...
    Boas comemorações!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  26. Nos alimentamos dessa doce insensatez.
    Lindo, Valéria!

    Que o amor esteja sempre presente em seu coração e em sua vida!

    Linda e aconchegante noite para você e o maridão.

    Beijo.

    Querida,
    Recebi hoje (dia 12) o meu presente. Amei tudo. Todos os itens são de grande utilidade para mim. Gostei especialmente
    da bolsa ecológica, pois é bem diferente e muito bonita.
    BRIGADUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!

    ResponderExcluir
  27. Olá.
    Adorei seu blog, tem muito assunto interessante,parabéns.
    Até mais

    ResponderExcluir
  28. Que insensatez tão linda de se ler.
    Sua poética me encanta demais.

    Beijos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gostei de sua visita, volte sempre!

Postagens mais visitadas

MAIS UMA VEZ AVÓ!

Quase um mês! Eu parei no tempo, mas ele continuou a passar fazendo acontecer muitas coisas boas e outras nem tanto. Estou atrasada com minhas leituras dos blogs amigos, a quem peço desculpas, mas aos poucos retomarei a vidinha na blogosfera.             Para me fazer sair um pouco do marasmo em que estava vi parte de mim renascer com o nascimento de meu terceiro neto dia 18/10. Vinícius nasceu para junto com sua irmãzinha completar a família do meu primogênito. É sempre uma dádiva ver acontecer o milagre da vida e é impossível não se emocionar quando se olha para aquele ser tão pequenino, tão frágil e tão lindo. Toda a felicidade do mundo para Vinícius!

COMO EU ME VEJO, COMO VOCÊ ME VÊ, COMO EU PENSO QUE VOCÊ ME VÊ... E COMO EU REALMENTE SOU!

Abrindo um parêntese no blog onde a proposta é só escrever sobre coisas boas e belas, do que realmente eu gosto, hoje venho fazer considerações não tão simpáticas, é, não só de coisas boas é formada a vida... Então...           Assim diz Clarice Lispector, sou como você me vê... Será? Tem alguns dias que ficamos perplexos em descobrir uma faceta até então desconhecida para todos de uma pessoa conhecida. De inicio ficamos perplexos, passado o susto inicial passamos a tentar decodificar sinais indicadores de tão triste passagem. Muitas vezes falamos com tanta propriedade sobre nós mesmos que demonstramos para os outros e para nós memos que conhecemos tudo o que somos, e de repente, bum! algo acontece, e como num surto aquilo que estava latente surge para quebrar a máscara, o disfarce. E fica a pergunta, mas como nunca percebemos isso?!          Para Carl Rogers, somos o que somos, e não aquilo que devemos ser...Será? É muito importante a percepção que temos de nós mesmos, a percepção…

UM NOVO ANO

Imagem do Google  Folheio o livro Com cheiro de novo E com páginas em branco Onde escreverei com letras douradas E forjarei cada presente de meu futuro. Nele um novo recomeço Um tempo de renovação. De reinventar-se De transformar sonhos em realidade. É um novo ano que se inicia E por um breve momento Todos os corações em sintonia Darão boas vindas a ele. Um novo tempo que nos traz esperança em dias melhores. Por isso acreditemos nas novas possibilidades... E sejamos felizes! Valéria Um ano novo abençoado para todos nós!