Pular para o conteúdo principal

O MEU SILÊNCIO

 
Imagem do Google
 
Gosto do meu silêncio!
Lá todas as vozes se tornam impotentes
Nele percorro vias solitárias
Mas ao mesmo tempo povoadas
Por meus sonhos e pensamentos.
Nem todos conseguem entender o meu silêncio.
Mas não consigo explicar por palavras
Então minha melhor resposta é silenciar.
Às vezes ele é um grito
Do mundo de palavras que procrastinei.
Algumas vezes ele é leve feito pluma
Outras vezes pesa sobre meus ombros.
Ele não é só de aceitação
Ele também me evita erros e o dizer banal.
Ele pode até incomodar
Mas é sábio e seu som minh’alma alimenta
Pois me faz escutar a voz do coração.
Meu silêncio deseja conversar com o seu...
 
Valéria
 
Uma feliz semana para todos!

Comentários

  1. Nossos silêncios surgem, aparecem e é bom respeitá-los. Aparecem quando deles precisamos.

    Lindo!! beijos,ótima semana,chica

    ResponderExcluir
  2. Valéria,
    eu também tenho uma necessidade incrível do meu silêncio. Gosto quando ele vem e gosto de ficar com ele.

    Uma semana bem feliz para você!

    beijinhos :**
    Carol
    www.umblogsimples.com

    ResponderExcluir
  3. Que lindo minha querida amiga!!
    Meu silêncio também quer falar com o teu.

    Parabéns pela sensibilidade.

    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  4. Oi Valéria!!!
    Que lindo o seu post.. realmente, o silêncio é capaz de dizer muitas coisas.. pra nós e para outros tbm. Basta saber ouvi-lo.
    O silêncio vale ouro!!!
    Bjus, querida!!

    ResponderExcluir
  5. Querida Valéria,
    Muitas vezes o silêncio vale mais que muitas palavras.
    Bj e boa semana,
    Lylia

    ResponderExcluir
  6. Estou em busca dessa sabedoria de saber me calar. A cada dia aprendo mais.
    Beijo e boa semana. Meu silêncio escuta o seu.

    ResponderExcluir
  7. Tenho vicio em ouvir o silêncio
    lindo poema Val
    beijos

    ResponderExcluir
  8. As vezes é de uma extrema sabedoria.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Oii Valéria, gostei muito do texto, eu gosto do silencio tbém, mas as vezes como vc falou ele pesa muito nos ombros, tem momentos que é difícil ficar em silêncio rsrs, Bjosss

    ResponderExcluir
  10. E como ele fala...o nosso silêncio.Saber ouvi-lo aumenta o volume de nossos pensamentos, de nossos aprendizados.
    Fortes reflexões em poéticas palavras, Valéria.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  11. Parabéns amiga, belo texto bem escrito como sempre.
    Hoje não fui uma das primeiras a comentar aqui, mas é por um bom motivo ( estudos ) rsrs. Mas estou aqui.
    Beijos minha querida.

    ResponderExcluir
  12. Respeito o ditado que diz:

    "Um silêncio vale mais que mil palavras..."

    Boa Noite minha amiga!

    ResponderExcluir
  13. Num mundo tão barulhento, escutar o silêncio é algo extremamente difícil. Escutar o nosso silêncio torna-se muito barulhento, se é que me entende! ;) O nosso silêncio é um barulho que incomoda demais as pessoas. Adorei o que escreveu. Sinto muita necessidade do silêncio relacionado a solidão. Preciso estar só comigo para me equilibrar. Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  14. Incrível que eu tenha lido isso agora... estou tentando trabalhar e um colega aqui do lado não para de falar. Queria que ele também soubesse o valor precioso do silêncio... ;)
    bjos

    ResponderExcluir
  15. Esse 'seu silencio' fala mais alto que toda emoção junta!!! rs


    adorei!

    bjsMeus
    CAtita

    ResponderExcluir


  16. Lindo, Valéria,
    Também gosto de estar com o meu silêncio. Ele me restaura.
    Na maioria da vezes, o silêncio é um grande sábio.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  17. Muito bonito valéria!
    Abraços
    Tais Martins

    ResponderExcluir
  18. Gosto muito de estar em meu silêncio. Com ele muito aprendo...
    É algo que experimentado por alguém, nunca mais vai querer abandoná-lo. O silêncio é sublime...

    Também te vi em muitos blogs amigos e não sei porque não houve uma visita antes. Obrigado Valéria por ter ido ao meu espaço e por suas gentis palavras.
    Aqui voltarei várias vez, por isso a sigo.
    Beijos,
    Élys.

    ResponderExcluir
  19. Valéria, quando as almas conversam no silêncio dos sentimentos, dizem mais que todos os discursos do mundo.
    Belíssimos versos.

    ResponderExcluir
  20. Oi, Valéria, tantas vezes, que depois de palavras saírem meio destemperadas é que nos damos conta que o silêncio se faria necessário. Silenciar nunca é demais, a não ser em casos de absoluta necessidade. Há sempre de se pesar, e muitos aborrecimentos evitamos. Silêncio não causa discórdia e nem ódios. E nos dá uma paz dos anjos!

    beijos, amiga!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gostei de sua visita, volte sempre!

Postagens mais visitadas

COMO EU ME VEJO, COMO VOCÊ ME VÊ, COMO EU PENSO QUE VOCÊ ME VÊ... E COMO EU REALMENTE SOU!

Abrindo um parêntese no blog onde a proposta é só escrever sobre coisas boas e belas, do que realmente eu gosto, hoje venho fazer considerações não tão simpáticas, é, não só de coisas boas é formada a vida... Então...           Assim diz Clarice Lispector, sou como você me vê... Será? Tem alguns dias que ficamos perplexos em descobrir uma faceta até então desconhecida para todos de uma pessoa conhecida. De inicio ficamos perplexos, passado o susto inicial passamos a tentar decodificar sinais indicadores de tão triste passagem. Muitas vezes falamos com tanta propriedade sobre nós mesmos que demonstramos para os outros e para nós memos que conhecemos tudo o que somos, e de repente, bum! algo acontece, e como num surto aquilo que estava latente surge para quebrar a máscara, o disfarce. E fica a pergunta, mas como nunca percebemos isso?!          Para Carl Rogers, somos o que somos, e não aquilo que devemos ser...Será? É muito importante a percepção que temos de nós mesmos, a percepção…

UM NOVO ANO

Imagem do Google  Folheio o livro Com cheiro de novo E com páginas em branco Onde escreverei com letras douradas E forjarei cada presente de meu futuro. Nele um novo recomeço Um tempo de renovação. De reinventar-se De transformar sonhos em realidade. É um novo ano que se inicia E por um breve momento Todos os corações em sintonia Darão boas vindas a ele. Um novo tempo que nos traz esperança em dias melhores. Por isso acreditemos nas novas possibilidades... E sejamos felizes! Valéria Um ano novo abençoado para todos nós!

MAIS UMA VEZ AVÓ!

Quase um mês! Eu parei no tempo, mas ele continuou a passar fazendo acontecer muitas coisas boas e outras nem tanto. Estou atrasada com minhas leituras dos blogs amigos, a quem peço desculpas, mas aos poucos retomarei a vidinha na blogosfera.             Para me fazer sair um pouco do marasmo em que estava vi parte de mim renascer com o nascimento de meu terceiro neto dia 18/10. Vinícius nasceu para junto com sua irmãzinha completar a família do meu primogênito. É sempre uma dádiva ver acontecer o milagre da vida e é impossível não se emocionar quando se olha para aquele ser tão pequenino, tão frágil e tão lindo. Toda a felicidade do mundo para Vinícius!